ASSINE

Vídeo: tiros e tensão no bairro Planalto Serrano, na Serra

Segundo apuração da reportagem da TV Gazeta, a polícia confirmou que foi chamada por moradores que estavam pedindo socorro porque os traficantes trocaram tiros no meio da rua

Publicado em 08/07/2021 às 13h38
Atualizado em 08/07/2021 às 14h28
Funcionários do CRAS de Planalto Serrano se trancaram dentro do local
Funcionários do CRAS de Planalto Serrano se trancaram dento. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Um intenso tiroteio foi registrado no final da manhã desta quinta-feira (8) no bairro Planalto Serrano, na Serra, na parte do bairro conhecida como bloco A. Segundo apuração da reportagem da TV Gazeta, a polícia confirmou que foi chamada por moradores que estavam pedindo socorro porque os traficantes trocaram tiros no meio da rua.

Alguns moradores também ligaram para a TV Gazeta relatando momentos de desespero, inclusive com pessoas se trancando dentro do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro.

Um vídeo, que a TV Gazeta teve acesso, mostra os momentos de desespero de pessoas que trabalham no CRAS. Veja abaixo.

Por causa da violência no local, a prefeitura informou que o CRAS foi fechado para o público, mas que os funcionários seguem no local trabalhando internamente, com atendimento pelo telefone.

Polícia Militar informou que o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) recebeu uma denúncia anônima de disparos de arma de fogo no bairro Planalto Serrano, na Serra, no final da manhã desta quinta-feira (8) e equipes da corporação foram ao local.

"No entanto, ninguém passou qualquer informação sobre o fato que pudesse auxiliar os militares. O patrulhamento segue sendo feito no bairro e qualquer anormalidade que a comunidade verifique, uma viatura deve ser acionada pelo Ciodes (190)", orientou a PM, por volta das 14h.

Por meio de nota, a Polícia Civil esclareceu que não houve acionamento do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ou flagrante encaminhado à Delegacia Regional da Serra relativo ao tiroteio.

A PC aproveitou o episódio para reforçar que "monitora as atividades criminosas em todos os ambientes e realiza trabalho investigativo contra o tráfico de drogas em todo o Estado" e que o Disque-Denúncia (181) "é a melhor forma da população auxiliar a polícia". O sigilo é garantido.

Atualização

8 de Julho de 2021 às 14:28

Polícia Militar e Polícia Civil enviaram nota sobre o caso. O texto foi atualizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.