ASSINE

Suspeito de atirar em menino no Zumbi se apresenta à polícia em Cachoeiro

Suspeito de ter matado o adolescente Vitor Rangel da Silva confessou o crime, nesta sexta-feira (30), na delegacia. Vitor foi morto a tiros após comemoração de seu aniversário de 14 anos

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 30/04/2021 às 19h33
Vitor Rangel da Silva chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu e já chegou morto. O crime aconteceu na noite desta quarta (28)
Vitor Rangel da Silva foi morto no dia da comemoração do seu aniversário de 14 anos. Crédito: Arquivo pessoal

O suspeito de ter atirado e matado o adolescente Vitor Rangel da Silva se apresentou nesta sexta-feira (30) na Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo. A vítima morreu na noite desta quarta-feira, após comemoração de seu aniversário. Nesta quinta-feira (29), a vítima faria 14 anos.

O crime aconteceu em uma rua do bairro Zumbi, um dos mais populosos do município. Segundo o delegado Felipe Vivas, titular da DHPP, o advogado do jovem suspeito de ter atirado, comunicou que ele iria à delegacia para prestar depoimento nesta tarde.

“Acompanhado de advogados, ele confirmou a autoria delitiva informando que a princípio não desejava acertar o menor, e sim o irmão dele. Ele foi interrogado e como não havia mandado de prisão, nem estado flagrancial contra ele, foi liberado, mas vai responder ao inquérito policial pelo crime de homicídio”, informou o delegado.

Vivas disse ainda que a investigação continua com novos depoimentos e os policiais verificam se há participação de outros indivíduos no crime. O nome do suspeito que confessou o crime não foi revelado pela Polícia Civil.

Por conta da morte de Vitor Rangel da Silva, moradores e familiares atearam fogo em madeiras e objetos nessa quinta-feira e fecharam ruas do bairro Zumbi. A Polícia Militar e bombeiros precisaram ser acionados para controlar a situação. Nesta sexta, a polícia voltou ao bairro após denuncias de tiros disparados durante o velório do adolescente.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.