ASSINE

Sino fabricado em Portugal é furtado de igreja em Manguinhos, na Serra

O sino de bronze foi doado por casal de moradores do bairro como cumprimento de promessa e estava na igreja desde 2015. Objeto foi fabricado em Portugal, em 1800

Vitória
Publicado em 18/10/2021 às 16h02
Atualizado em 18/10/2021 às 19h00

Um sino de bronze foi furtado da Igreja de Nossa Senhora de Sant'Anna, em Manguinhos, na Serra. Ainda não se sabe a data precisa do crime, mas a coordenação do local deu falta do objeto neste domingo (17). Fabricado em 1800, em Portugal, o artefato foi doado por um casal de moradores da região em cumprimento de promessa.

A coordenadora da igreja, Elaine Auer, contou que a organização se deu conta da falta do sino no domingo, quando precisou arrumar o local para a celebração. Ela explicou que inicialmente pensou que o objeto pudesse ter caído, mas depois foi constatado que de fato ele havia desaparecido. 

"É difícil saber como conseguiram entrar lá. A torre não é muito alta, mas é de difícil acesso. Devem ter usado pelo menos uma escada ou algo do tipo, porque é muito difícil de retirar o sino", afirmou.

O sino da Igreja de Nossa Senhora de Sant'Ana, em Manguinhos, foi furtado
O sino da Igreja de Nossa Senhora de Sant'Ana, em Manguinhos, foi furtado. Crédito: Carlos Alberto Silva

VALOR SENTIMENTAL

O sino de bronze foi doado à igreja por Lino e Hilda Merscher, que eram moradores de Maguinhos. A neta deles, Bárbara Merscher, contou que a doação foi uma forma de seus avós pagarem uma promessa. O objeto foi comprado em Minas Gerais, em 2015, mas, segundo ela, foi confeccionado em Portugal, em 1800.

“O sino chegou à igreja a partir de uma promessa da minha avó, ela e meu avô se comprometeram a doar o sino como forma de pagar essa promessa. Ele foi adquirido em Minas Gerais, comprado em um antiquário em Rio Casca e chegou aqui em 2015. No sino, que é de bronze, está gravado o nome de um santo que não é muito conhecido e, também, o ano de fabricação, que foi 1800. Ele foi confeccionado em Portugal”, explicou.

O sino da Igreja de Nossa Senhora de Sant'Ana, em Manguinhos, foi furtado
O sino da Igreja de Nossa Senhora de Sant'Ana, em Manguinhos, foi furtado. Crédito: Carlos Alberto Silva

Bárbara contou que, além do valor histórico, por tratar-se de um objeto de mais de 200 anos, o sino possui um valor sentimental para a comunidade de Manguinhos e para sua família. Segundo ela, quem furtou o objeto não está respeitando a história da região.

"Não sabemos ao certo quando foi o furto, mas minha mãe já ligou para o meu avô e contou o que aconteceu. Ele está muito triste. Minha avó tem Alzheimer e foi uma das últimas coisas que ela fez lúcida, a última promessa que ela cumpriu. Para a família, foi uma perda muito maior", lamentou.

Polícia Civil informou que o responsável pela igreja registrou Boletim de Ocorrência nesta segunda-feira (18), por meio da Delegacia Online. O caso segue sob investigação do 11º Distrito Policial e o local do crime será periciado.

Atualização

18 de Outubro de 2021 às 19:00

A Polícia Civil enviou nota sobre a investigação do caso e informou que o local do crime passará por perícia. O texto foi atualizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.