ASSINE

Preso suspeito de envolvimento em quádruplo homicídio em bar no ES

O crime ocorreu no dia 13 de agosto, na localidade de Braço do Rio. O homem foi preso em cumprimento de mandado de prisão temporária

Linhares
Publicado em 03/09/2021 às 07h16
As quatro vítimas que foram mortas em Conceição da Barra
As quatro vítimas que foram mortas em Conceição da Barra . Crédito: Montagem/ A Gazeta

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira (2), um homem suspeito de envolvimento no quádruplo homicídio registrado no dia 13 de agosto em um bar na localidade de Braço do Rio, em Conceição da Barra, no Norte do Espírito Santo.

O homem foi preso em cumprimento de mandado de prisão temporária. O nome do preso não foi divulgado.

Segundo a Polícia Civil, o crime foi motivado disputa pelo tráfico de drogas e só duas vítimas eram alvo dos criminosos, as outras duas foram atingidas porque também estavam no bar.

As vítimas são Deyvison da Conceição, de 20 anos; Weverton Silva do Nascimento, de 29; Manoel Marques, de 52; e Ione Caires, de 48.

Este vídeo pode te interessar

Ione e Manoel não seriam alvo dos atiradores, segundo as investigações.

"Os criminosos tinham dois alvos primários nesse bar, só que infelizmente, por se tratar de um local fechado, como efeito colateral acabou vitimando mais duas pessoas que não estavam envolvidas no tráfico de drogas", disse o delegado Alysson Pereira.

O delegado disse ainda que a investigação segue em andamento e um outro suspeito já foi identificado. Ao todo, segundo a polícia, quatro pessoas participaram do crime.

RELEMBRE O CASO

Quatro pessoas foram mortas a tiros em um bar no dia 13 de agosto, no distrito de Braço do Rio, em Conceição da Barra. Segundo familiares, as vítimas moravam no distrito e eram conhecidas da dona do estabelecimento, muito querida na região.

De acordo com informações da Polícia Militar, o autor dos disparos estava em um carro. Segundo o delegado Roberto Fanti, que estava com o caso na época, foi possível ver nas imagens de videomonitoramento que o veículo estava com quatro pessoas.

No dia 16 de agosto, o delegado afirmou que um suspeito já havia sido identificado, mas não tinha sido localizado.

Com informações do G1/ES e da TV Gazeta

Atualização

3 de Setembro de 2021 às 12:54

Após a publicação da reportagem, a Polícia Civil divulgou mais informações sobre o caso em coletiva. A matéria foi atualizada. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.