ASSINE

Polícia interrompe baile funk com 150 pessoas em São Mateus

Os militares encontraram drogas no local. Ninguém foi preso na ocorrência.

Publicado em 09/08/2020 às 18h27
Atualizado em 09/08/2020 às 18h27
Drogas foram localizadas no local da festa. Crédito: Assessoria de Comunicação do 13° Batalhão PMES | Divulgação
Drogas foram localizadas no local da festa. Crédito: Assessoria de Comunicação do 13° Batalhão PMES | Divulgação

A Polícia Militar interrompeu um baile funk na cidade de São Mateus, no Norte do Espírito Santo. Segundo a PM, 150 pessoas participavam da festa, na madrugada deste domingo (9). Os militares encontraram drogas no local. Ninguém foi preso na ocorrência.

De acordo com informações da assessoria de comunicação do 13° Batalhão, várias pessoas acionaram a polícia para reclamar do evento em uma construção de três andares às margens do Rio Cricaré, no bairro Porto. Esse tipo de aglomeração é contrária às recomendações das autoridades de saúde durante a pandemia do novo coronavírus.

A PM informou que quando chegaram ao local da festa, que seria organizada por pessoas ligadas ao tráfico de drogas na região, alguns frequentadores começaram arremessar latas e garrafas nas viaturas, atingindo e amassando um dos veículos envolvidos na operação. Para conter os envolvidos, os militares precisaram usar balas de borracha e spray de pimenta para dispersar a multidão.

Após a ação dos militares, os frequentadores correram invadindo casas e quintais. Segundo a PM, não foi possível identificar e deter nenhum dos organizadores ou frequentadores do evento.

Mesa de som foi localizada no local. Crédito: Assessoria de Comunicação do 13° Batalhão PMES | Divulgação
Mesa de som foi localizada no local. Crédito: Assessoria de Comunicação do 13° Batalhão PMES | Divulgação

No local da festa, a PM encontrou cinco frascos de lança perfume, uma bucha de maconha, um pino de cocaína e uma mesa de som.

A Gazeta integra o

Saiba mais
São Mateus Polícia Militar Coronavírus no ES drogas são mateus Isolamento social

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.