ASSINE

Polícia identifica mortos em ataque a carro no Centro de Vitória

As vítimas estavam em um carro vermelho que foi fuzilado na Avenida Governador José Sette. Mais de 40 disparos foram realizados, segundo a Polícia Civil

Publicado em 05/10/2020 às 10h26
Atualizado em 05/10/2020 às 14h36

A Polícia Civil identificou as vítimas do ataque a um carro que ocorreu na tarde deste domingo (4) no Centro de Vitória. Adriano Ferreira do Amaral, de 39 anos, é o motorista de aplicativo que morreu na hora. Já o passageiro que faleceu no hospital é Kelvin Filgueiras da Silva, de 28 anos.

Polícia fecha avenida no Centro de Vitória após troca de tiros
Polícia fecha avenida no Centro de Vitória após troca de tiros. Crédito: Poliana Alvarenga

As vítimas moravam no Moscoso, em Vitória, e estavam em um carro vermelho na Avenida Governador José Sette, quando criminosos a bordo de um automóvel branco realizaram os disparos. Em seguida, os suspeitos fugiram pela Avenida Princesa Isabel e pela Curva do Saldanha, em direção à Praia do Canto, e ainda não foram localizados pelas autoridades.

As informações iniciais dão conta de que o motorista dirige para aplicativos, mas que, neste caso, estaria em uma corrida particular, retornando com passageiros da praia. 

Um dos sobreviventes contou aos policiais que os passageiros passaram a noite na Rua da Lama, em Vitória, e, ainda na manhã de domingo, foram à Praia da Costa, em Vila Velha, onde ficaram bebendo até as 16h. Quando os passageiros voltavam para casa com o motorista de aplicativo, o veículo foi fuzilado no Centro de Vitória. Mais de 40 disparos foram realizados, de acordo com informações preliminares. Para a polícia, o crime foi premeditado e os bandidos sabiam que as vítimas estavam na praia.

A Polícia Civil diz que o motorista era amigo dos passageiros e fazia uma corrida particular para os jovens, mas, preliminarmente, não aponta uma ligação dele com o tráfico de drogas. "Sobre as vítimas, nos chega a informação de que algumas teriam mandados de prisão em aberto, também passagens por roubo. Ontem (domingo) a Polícia Militar apreendeu uma pistola na casa do passageiro morto. Claramente nos parece mais uma guerra do tráfico nessa faixa etária de 15 a 25 anos com a brutalidade e violência extrema protagonizada por esses jovens que só enxergam o tráfico de entorpecentes pela frente", afirmou Ramalho.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Polícia Civil Polícia Militar Ataques em Vitória Centro de Vitória tráfico de drogas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.