ASSINE

PM interrompeu 24 bailes clandestinos na Grande Vitória durante feriadão

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Douglas Caus, afirmou que em 12 bailes foi necessário o uso da força para dispersar os frequentadores

Publicado em 09/09/2020 às 18h56
Coronel Douglas Caus, comandante-geral da PM,  durante coletiva para explicar a denúncia de agressão contra a esposa
Coronel Douglas Caus, comandante-geral da PM, durante coletiva para explicar a denúncia de agressão contra a esposa. Crédito: Carlos Alberto Silva

Polícia Militar divulgou os resultados da Operação Independência, realizada durante o feriado prolongado entre a sexta (4) e a última terça-feira (8). No balanço, divulgado durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (9), o coronel Douglas Caus, comandante-geral da PM, afirmou que 24 bailes clandestinos foram abordados e interrompidos pela polícia.

Caus havia afirmado na sexta-feira (4) que, durante a operação, haveria um reforço da Operação Baile Clandestino, que visava combater as festas conhecidas como "mandelas" no feriadão. Na ocasião, Caus informou que a PM havia identificado mais de 30 bailes que aconteceriam durante o período em toda a Grande Vitória.

Na coletiva desta quarta (9), Caus comunicou que, dos 24 bailes interrompidos pela polícia, em 12 foi necessário o uso da força. Além disso, o comandante-geral disse que a investigação para combater as festas clandestinas seguirá para o próximo final de semana.

"Foram 24 bailes clandestinos abordados. 12 deles ofereceram resistência à ação da polícia, sendo feito uso moderado e gradual da força policial e foram dispersados. Em outros 12, os policiais, dialogando com as pessoas em via pública, deliberadamente foram dispersando, sem a necessidade do uso da força", disse.

Este vídeo pode te interessar

Coronel Douglas Caus

Comandante-geral da Polícia Militar no Espírito Santo

"A Polícia Militar, em relação ao baile do 'mandela', agora trabalha no planejamento para o próximo final de semana e para os outros bailes, principalmente na identificação dos locais dessas festas, mas também na identificação das pessoas que estão organizando esses bailes clandestinos, para que nós possamos, posteriormente, remeter isso para a Polícia Civil, para devida tratativa no que diz respeito à responsabilização destas pessoas"

PRISÕES  E ABORDAGENS

Como divulgado pela polícia nesta quarta-feira (9), foram cumpridos oito mandados de prisão por homicídio durante a operação, além de seis por tráfico de drogas. Outras sete pessoas consideradas fugitivas da justiça foram recapturados e três mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

A Polícia Militar informou também que foram 304 pessoas encaminhadas para Delegacias de Polícia em todo o Estado e um total de 23.018 foram abordadas durante a operação.

Segundo a polícia, foram abordados 5.280 veículos de passeio, 4.855 motocicletas, 554 coletivos e 268 táxis. 36 veículos envolvidos em ocorrências criminais foram removidos e 32 recuperados com restrição de furto e roubo. 44 carteiras de habilitação foram apreendidas e  1.822 Autos de Infração de Trânsito (AIT) expedidos. 

APREENSÕES

O relatório da Polícia Militar apontou também que, durante a Operação Independência, foram apreendidas 42 armas e 487 munições. Além disso, a polícia encontrou 4.154 buchas de maconha e 4.204 quilos da droga, 1.607 pedras e 277 gramas de crack e 4.490 papelotes e 184 gramas de cocaína. 

Também foram apreendidos 33 bolas de haxixe, 45 comprimidos de ecstasy e 73 unidades de lança perfume.

ACIDENTES NAS RODOVIAS

A Polícia Rodoviária Federal também divulgou o balanço da Operação Independência nas estradas. Segundo a PRF, foram registrados 42 acidentes, duas mortes e 50 feridos entre os dias 4 e 8 de setembro. 

A polícia divulgou também que 4.453 veículos foram fiscalizados e consultados nos sistemas. Além disso, a PRF recuperou 5 veículos com registro de roubo ou furto e 25 pessoas foram detidas por diversos crimes. 

De acordo com os dados, houve registro de 168 pessoas sem cinto de segurança, 288 ultrapassagens proibidas e 749 veículos em excesso de velocidade

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.