PM faz mapeamento do Morro do Moreno para melhorar policiamento no local

A operação ocorreu após a morte do inspetor penitenciário Rodrigo Figueiredo da Rosa, que foi  baleado em uma tentativa de assalto no local. A meta da PM é traçar estratégias que possam prevenir e reprimir ações ilícitas na região

Publicado em 22/01/2021 às 16h46
Vila Velha
PM realiza mapeamento do Morro do Moreno. Crédito: Divulgação | PMES

Polícia Militar do Espírito Santo realizou uma operação de reconhecimento, mapeamento e patrulhamento tático no Morro do Moreno, na Praia da Costa, em Vila Velha, na manhã desta sexta-feira (22). O objetivo da ação foi traçar estratégias de policiamento que possam prevenir e reprimir ações ilícitas na região. Na operação estiveram presentes seis militares do Batalhão Ambiental (BPMA) e quatro do 4º Batalhão da PM. A operação ocorreu após o crime que chocou o Estado, que teve como vítima o inspetor penitenciário Rodrigo Figueiredo da Rosa, de 39 anos, que morreu após ser  baleado em uma tentativa de assalto no topo do Morro do Moreno, em Vila Velha, no último dia 10.

Esta é a quinta vez que o BPMA, por meio do Comando de Operações Táticas em Mata Atlântica (Cotama), realiza este tipo de ação. O Batalhão já mapeou todas as trilhas que levam aos morros do Parque da Fonte Grande, em Vitória, do Morro da Boa Vista, em Vila Velha, da Reserva Biológica Duas Bocas, em Cariacica, e da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Mata da Serra, em Vargem Alta.

Vila Velha
PM realiza mapeamento do Morro do Moreno. Crédito: Divulgação | PMES

Com o mapeamento é possível criar ações para que estas áreas tenham mais segurança. É o que destaca o comandante da Polícia Militar Ambiental, tenente-coronel Cosme Carlos. “Mapear é necessário para que a Polícia Militar tenha conhecimento e saiba qual é a melhor maneira de acessar as trilhas. Dessa forma, será possível inibir assaltos, degradações, desmatamentos e capturar caçadores”, disse o tenente-coronel.

Além do mapeamento de todas as trilhas de acesso do Morro do Moreno, que foi feito pelo BPMA e por militares do 4º Batalhão, também foi realizada uma reunião com a comunidade.

O comandante-geral da PM, o coronel Douglas Caus, acompanhou a ação dos militares e participou da reunião junto com o comandante do Comando de Polícia Ostensiva Metropolitana (CPOM), coronel Laurismar Tomazeli, e o comandante do 4º Batalhão da PM, tenente-coronel Marcelo Chiste. “Foi feita uma reunião para que fossem apresentadas as necessidades que a região tem. Com essas informações será possível criar uma estratégia de patrulhamento mais eficaz. Com o BPMA faremos o mapeamento do Morro do Moreno, com todas as trilhas de acesso e georreferenciamento dos pontos. Também viemos fazer uma reunião com a comunidade para conhecermos as necessidades e montarmos um planejamento. Traremos mais tranquilidade e segurança à população. Nesta sexta-feira (22) a operação conta com cerca de 10 policiais militares e uso de drone”, ressaltou Caus.

Vila Velha
PM realiza mapeamento do Morro do Moreno. Crédito: Divulgação | PMES

MORRO DO MORENO

O Morro do Moreno, localizado em Vila Velha, funcionava como posto de observação no início da colonização do Espírito Santo, assegurando a defesa de Vila Velha e de Vitória aos ataques dos navios corsários. O responsável pela observação era um colono que veio de Portugal com Vasco Fernandes Coutinho. O nome dele era João Moreno, daí o nome Morro do Moreno. Atualmente, é um local utilizado para saltos de parapente, asa-delta e para a prática de trilhas e escaladas, devido à sua altitude de 184 metros.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.