ASSINE

PC encontra esconderijo do tráfico e apreende 250 kg de maconha no ES

Drogas estavam em duas casas nos bairros Morada de Campo Grande e Santa Barbara e seriam vendidas para financiar ataques a facções rivais; um homem foi preso

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 17/06/2021 às 17h24
A Polícia Civil apreendeu 250 kg de maconha em um esconderijo do tráfico em Cariacica
A Polícia Civil apreendeu 250 kg de maconha em um esconderijo do tráfico em Cariacica. Crédito: Divulgação/PCES

Um esconderijo utilizado pelo tráfico de drogas foi desarticulado pela Polícia Civil em Cariacica. A ação aconteceu em duas casas nos bairros Morada de Campo Grande e Santa Bárbara e a polícia apreendeu 250 kg de maconha que pertence ao crime organizado. Nos locais, ainda foram apreendidas armas importadas que seriam utilizadas em ataques a bairros rivais do município. Um homem foi preso durante a operação, nessa segunda-feira (14).

De acordo com o chefe do Departamento Especializado de Narcóticos (Denarc), delegado Tarcísio Otoni, as drogas apreendidas pertencem a uma facção criminosa que atua em Cariacica. Segundo o delegado, elas seriam vendidas para financiar ataques a grupos rivais que também atuam no município.

"Sabendo que essas drogas alimentam as grandes facções de homicídios, de tráfico de drogas do estado, o Denarc identificou que essa facção, que age também no município de Cariacica, estava preparando um ataque a uma facção rival e, através do nosso serviço de inteligência, conseguimos identificar as casas onde estavam sendo guardadas as armas, munições, carregadores, drogas, que estavam sendo vendidas para fortalecer o caixa da facção e promover esses homicídios", disse.

Otoni ainda explicou que o homem preso durante a operação seria o responsável pelos ataques, que seriam destinados a grupos do Morro do Quiabo. O delegado contou que ele estava em uma casa que possuía sistema de vigilância por câmeras de segurança e estava monitorando o trabalho dos policiais. Um outro suspeito conseguiu fugir.

"Conseguimos fazer a prisão desse indivíduo, ele estava orquestrando esse ataque e, juntamente com outras pessoas, ia promover isso no município de Cariacica. Esse individuo estava em uma casa cercada por câmeras. Ele conseguiu, inclusive, monitorar a ação dos policiais. Foi nesse momento que outro indivíduo se evadiu, mas já está identificado. Nós utilizamos de técnicas e táticas e conseguimos fazer a captura desse perpetrador", argumentou o delegado.

O suspeito confessou que atua no tráfico de drogas no município e a posse das armas e das drogas apreendidas. Ele, porém, conforme dito pelo delegado, não revelou a identidade dos outros integrantes da facção criminosa. 

ARMAS ESTRANGEIRAS

Os policiais também apreenderam quatro pistolas de fabricação estrangeira que, segundo o delegado Tarcísio Otoni, seriam utilizadas nos ataques à facção rival. O delegado declarou que, agora, o próximo passo é identificar o caminho que essas armas percorrem para entrar no Espírito Santo.

"São armas que não são fabricadas no Brasil, entram pelas nossas fronteiras e agora vamos fazer um trabalho integrado junto com nossa delegacia de armas, a Desarm para fazer a identificação, a rota que essas armas fazem até chegar aqui no Estado", completou.

Além das armas, também foi apreendido um carregador que, de acordo com o delegado, possui alto poder de fogo, uma vez que tem capacidade de armazenar 50 munições. Isso, segundo o delegado, demonstra que os criminosos possuíam alto poder de fogo para realizar os ataques.

"Foi a primeira apreensão que nós fizemos de um carregador de alto poder de fogo, ele é chamado de carregador cilíndrico, vulgarmente conhecido como goiabada pelo formato dele, com capacidade para 50 munições. É uma amostra de que esses indivíduos estavam bem preparados para fazer ataques a facções rivais", disse.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.