ASSINE

Mulher que matou pedreiro dentro de casa em Boa Esperança é presa

Suspeita disse que era ameaçada pela vítima. Ela já havia se apresentado à polícia e confessado crime, mas foi presa somente nesta quarta-feira (1°), após mandado de prisão ser expedido

Tempo de leitura: 2min
Colatina
Publicado em 02/06/2022 às 17h30
o pedreiro Jones Barreto, de 33 anos, foi morto a tiros enquanto dormia, na madrugada desta sexta-feira (27)
o pedreiro Jones Barreto, de 33 anos, foi morto a tiros enquanto dormia, na madrugada desta sexta-feira (27). Crédito: Acervo pessoal

Foi presa nesta quarta-feira (1º) uma mulher de 23 anos, suspeita de matar a tiros o pedreiro Jones Barreto, de 33 anos, dentro de casa no bairro Vila Tavares, em Boa Esperança, no Noroeste do Espírito Santo. A vítima estava dormindo quando foi assassinada na última sexta-feira (27). Dias após o crime, a jovem já havia se apresentado à polícia e confessado o homicídio, mas, na ocasião, ela foi liberada por não estar em situação flagrancial. A Polícia Civil informou que, após expedição do mandado de prisão, ela foi detida na zona rural do município. O nome dela não foi divulgado.

O titular da Delegacia de Boa Esperança, delegado Willian Dobrovoski, informou que a mulher se apresentou no local no último domingo (29) e prestou depoimento. “Depois que as diligências avançaram, solicitei a prisão da suspeita, sendo esta cumprida nesta quarta-feira (1º), sem resistência. A motivação do crime está relacionada a ameaças que a autora afirma que vinha sofrendo por parte da vítima”, destacou, sem detalhar as ameaças.

A mulher foi encaminhada ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Mateus, onde ficará à disposição da Justiça.

SOBRE O CRIME

No dia do crime, Jones Barreto estava dormindo na sala da casa com a esposa, uma mulher de 26 anos, e os dois filhos do casal, de 3 e 9 anos. Para a Polícia Militar, a companheira dele relatou que, por volta das 2h da madrugada do dia 27 deste mês, ela se levantou para ir ao banheiro e ouviu disparos de arma de fogo.

A esposa de Jones disse que correu para a sala e viu o companheiro baleado e uma pessoa pulando o muro. O homem foi atingido com dois tiros na cabeça, e morreu no local.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.