ASSINE

Mulher foragida do Mato Grosso do Sul é detida no ES

Ela já tinha cumprido pena e estava no regime semiaberto quando decidiu vir para o ES, onde tem família e amigos. Mulher deu à luz há cerca de 10 dias

Publicado em 01/03/2021 às 12h36
Carro de mulher foragida no MS que foi detida no ES
Carro de mulher foragida no MS que foi detida no ES . Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Uma mulher de 20 anos, foragida no Mato Grosso do Sul, foi detida na reta do antigo aeroporto, entre Vitória e Serra, na manhã desta segunda-feira (01). Ela foi presa em 2019 quando tentava trazer 15 quilos de maconha daquele Estado para o Espírito Santo, onde mora.

Ela foi encontrada dentro de um carro que foi identificado pelo Cerco Inteligente de Segurança da Capital capixaba.

De acordo com o agente Pratti, da Guarda Municipal de Vitória, a Polícia Civil havia cadastrado a placa do carro dela no cerco, que identificou a passagem do veículo na manhã desta segunda.

"A Polícia Civil cadastrou a placa no Cerco Inteligente. Quando ele passou na ponte da passagem, acionou o videomonitoramento e as viaturas na rua. Estávamos em Jardim da Penha e o trânsito estava lento. Conseguimos alcançar o veículo quando ele passou no outro cerco, na antiga reta do aeroporto", contou o agente.

No carro, estavam a jovem, o marido e a filha dela, a quem ela deu à luz há nove dias. Aos agentes, ela justificou que havia vindo para o Estado porque estava no regime semiaberto, porque a família dela mora no Espírito Santo e porque houve demora da Justiça para decidir sobre a possível vinda dela.

"Segundo ela, foi presa por tráfico de drogas pela Polícia Federal no aeroporto. Ela é daqui, foi para o Mato Grosso do Sul para trazer a carga e já caiu nessa primeira viagem. Ela cumpriu pena lá de sete meses e, segundo ela, quando foi para o semiaberto, queria vir para o Estado porque família e amigos estão aqui. Com a lentidão da Justiça, ela acabou vindo sozinha", explicou Pratti.

Segundo o advogado da jovem, a maior preocupação agora é mantê-la no Espírito Santo, onde estão todos os familiares dela. A situação de saúde dela é crítica, segundo o advogado, pois teve a filha há cerca de 10 dias. Ela teve complicações e a neném tem dificuldade de respirar.

Ela foi levada para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A Polícia Civil informa que a ocorrência está em andamento no plantão vigente da DHPP e que somente após a finalização das oitivas da ocorrência ela terá informações do procedimento que será adotado pela delegada plantonista.

Com informações de Any Cometti, do G1/ES

Espírito Santo Mato Grosso do Sul espírito santo Sistema prisional

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.