ASSINE

Criança de 2 anos é agredida durante festa de aniversário em Cariacica

A mãe da menina afirma que o avô é autor das agressões. Segundo ela, a criança estava dormindo quando foi alvo do ataque do avô, que estaria alcoolizado

Publicado em 01/03/2021 às 08h05
Criança de dois anos é agredida pelo avô em Cariacica
Criança de dois anos é agredida pelo avô em Cariacica. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Uma menina de 2 anos foi agredida na madrugada deste domingo (28) no bairro Flexal, em Cariacica, na Grande Vitória. Segundo a mãe da criança, o autor das agressões é avô da menina, que estaria alcoolizado. 

A criança, que estava dormindo quando foi vítima do ataque, ficou com hematomas na região dos olhos e do ombro, mas não corre risco de perder a vida.

As agressões aconteceram durante a festa de aniversário da mãe da criança. A mulher, que prefere não se identificar para não expor a filha, contou que o pai bebe com frequência e já havia chegado alterado ao local da festa, na casa da tia-avó da menina.

Irmãos e primos da menina, que também são crianças, presenciaram o ataque, segundo a mãe. 

"Quanto mais eu pedia para ele soltar, mais ele apertava ela. Começamos a dar socos nele. Eu consegui puxar ela para cima. Como o som estava alto, as crianças começaram a gritar para quem estava lá fora ajudasse a gente", contou a mãe.

A mãe afirmou ainda que o homem não conseguiu explicar o motivo do ataque. Segundo ela, o avô da menina teria recebido ajuda para sair do local.

Já a criança foi levada para o Pronto Atendimento de Alto Lage. Médicos constataram que, apesar dos hematomas e arranhões, a menina está bem, embora ainda muito assustada. A Polícia Civil foi acionada no local.

"Ela não quer colo de ninguém. Ela só quer ficar comigo e com o pai", disse a mãe.

A mulher também se lembra de já ter sido vítima de agressões por parte do pai na infância, mas não imaginava que sua filha também se tornaria alvo do avô.

"Eu nunca na minha vida vou esquecer a surra que ele me deu de vergalhão. Foi muito marcante, mas eu não esperava que ele faria isso com um filho meu. Quem é mãe sabe o que estou sentindo nesse momento", lamentou.

O avô da criança não foi localizado.

De acordo com a Polícia Civil, o crime será investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Com informações do G1/ES e da TV Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.