ASSINE

Mulher é agredida com pedrada na cabeça durante tentativa de assalto em Vitória

O suspeito se irritou quando a mulher se recusou a entregar o telefone. Homem fugiu, mas acabou preso cerca de duas horas depois

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 15/04/2021 às 09h10
Mulher foi assaltada na Praia da Guarderia, em Vitória
Mulher foi assaltada na Praia da Guarderia, em Vitória. Crédito: Reprodução/ TV Gazeta

Uma mulher de 28 anos foi agredida com uma pedrada na cabeça durante uma tentativa de assalto na Praia da Guarderia, em Vitória, na tarde desta quarta-feira (14). Após agredir a mulher, o assaltante, de 20 anos, fugiu do local, mas acabou sendo identificado e preso cerca de duas horas depois.

A bartender Brunela do Nascimento, vítima da agressão, prestou depoimento na Delegacia Regional de Vitória. Ela contou que estava na praia quando o homem se aproximou e exigiu que ela entregasse o celular. O suspeito se irritou quando a mulher se recusou a entregar o telefone. 

"Ele passou por mim e eu identifiquei que ele estava drogado. Fui tentar levantar para ir embora e ele já veio com um paralelepípedo na mão. Falou que se eu gritasse ele quebraria minha cabeça. Eu não acreditei e simplesmente ele tacou o paralelepípedo na minha cabeça", contou.

Brunela do Nascimento, de 28 anos, foi agredida com uma pedrada na cabeça durante assalto em Vitória
Brunela do Nascimento, de 28 anos, foi agredida com uma pedrada na cabeça durante assalto em Vitória . Crédito: Reprodução/TV Gazeta

De acordo com a Guarda Municipal de Vitória, depois de tentar roubar o celular de Brunela, o homem saiu correndo, mas voltou para a mesma região cerca de duas horas depois. Ele, então, acabou sendo identificado por uma testemunha que presenciou a agressão. Ela acionou uma equipe da Guarda e o homem foi preso e levado para a delegacia.

Ainda segundo a Guarda, o homem já possui passagens criminais por tráfico de drogas e roubo.

"Ele informou que não foi o autor dos fatos, negou tudo. Informou apenas que estava no local, que é usuário de drogas e que fez uso de substância, mas negou os fatos. Mas a vítima confirmou que é ele mesmo", explicou o inspetor Dalcin.

Assustada, Brunela afirmou que não pretende voltar a frequentar a praia. "Estou mal, com dor, vou ter que tomar remédio. Dá tristeza saber que não vou poder frequentar o lugar que eu mais gosto", lamentou.

Com informações do G1 ES e da TV Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.