ASSINE

Motorista que atropelou mãe e filha é ouvido e liberado no ES

Mãe e filha morreram no acidente deste domingo (23), em Ibitirama. O condutor, de 38 anos, contou que as vítimas entraram na via e ele não conseguiu frear

Tempo de leitura: 2min
Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 25/01/2022 às 13h08
Em protesto, moradores fecharam a rodovia ES 185
Após o atropelamento que vitimou mãe e filha, houve protesto dos moradores na ES 185, em Ibitirama. Crédito: Leitor| A Gazeta

O motorista suspeito de atropelar uma família na noite deste domingo (23), na ES 185, em Ibitirama, na Região do Caparaó, se apresentou na delegacia de Iúna nesta segunda-feira (24). No acidente, mãe e filha morreram após serem atingidas no acostamento da via. Já o pai da jovem e marido da senhora foi encaminhado ao hospital de São José do Calçado.

O condutor, que tem 38 anos, dirigia um Fiat Uno. Na presença de um advogado, ele se apresentou espontaneamente na Delegacia de Iúna, durante à tarde. Ele contou que não estava com excesso de velocidade e que as vítimas entraram de repente na frente do carro,  não possibilitando tempo para frear.

MEDO DE SER AGREDIDO

Ele contou ainda que não prestou socorro à família porque ficou com medo de ser agredido pelos populares. No entanto, segundo a Polícia Civil, as investigações divergem do depoimento dele. Após ser ouvido, o motorista foi liberado e o caso segue sob investigação.

Este vídeo pode te interessar

O ACIDENTE

Segundo informações da Polícia Militar, o atropelamento aconteceu por volta das 19h30, no distrito de São Francisco. A família caminhava no acostamento, próximo a uma curva, quando foi atingida pelo automóvel.

A adolescente Hellen Jessica Coimbra Rocha, de 13 anos, morreu no local do acidente. Já a mãe dela, Maria José Coimbra Rocha, de 44 anos, chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu. 

Já Dejairo dos Reis Rocha, foi levado para Hospital São José do Calçado, onde se recupera. O motorista do veículo fugiu do local do acidente, porém a placa do veículo ficou para trás.

MANIFESTAÇÕES

Horas após o acidente, moradores da localidade protestaram no local. Eles fecharam a pista com uma barreira e atearam fogo em madeiras e pneus. A rodovia foi liberada em seguida, mas, na tarde de segunda-feira, a ES 185 foi fechada para mais uma manifestação. Os moradores pediram a colocação de redutores de velocidade na pista.

Por meio de sua assessoria, o Departamento de Edificações e Rodovias (DER) disse que a prefeitura ou o cidadão pode solicitar o redutor de velocidade e terá o retorno imediato após avaliação técnica. A informação é de que o morador pode entra em contato com a superintendência executiva regional, em Cachoeiro de Itapemirim, por meio do telefone (28) 3383-5551.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Iúna Polícia Civil Ibitirama acidente atropelamento

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.