ASSINE

Motorista é detido com grande quantia em dinheiro na BR 101, em Aracruz

Ao ser abordado, homem de 43 anos afirmou que foi comprar um terreno. Depois, mudou a versão e disse que recebeu R$ 3 mil para ir de Vitória a Linhares buscar o veículo

Publicado em 19/08/2021 às 20h47
Quantia ainda não foi contabilizada; motorista foi apreendido em Aracruz
Quantia apreendida ainda não foi contabilizada: motorista foi detido em Aracruz. Crédito: PRF-ES

Uma grande quantia em dinheiro, posteriormente contabilizada em R$ 410 mil, foi apreendida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em um veículo na BR 101, em Aracruz, nesta quinta-feira (19). Durante abordagem de rotina, agentes desconfiaram quando notaram um corte na lataria e viram que a pintura do veículo tinha tonalidade diferente em uma parte, revelando haver um fundo falso.

Segundo apuração da TV Gazeta, ao abrir o compartimento, uma grande quantia em dinheiro foi encontrada, mas a PRF informou, na quinta-feira, que o valor ainda seria contabilizado. 

O motorista — um homem de 43 anos, o carro e o dinheiro apreendido foram levados para a Polícia Federal, em Vitória. Nesta sexta-feira (20), a PF informou que a quantidade de dinheiro apreendida foi contabilizada em R$ 410 mil. O motorista, um homem de 43 anos, não soube explicar a origem do dinheiro.

Aos policiais, ele afirmou que tinha ido comprar um terreno. Depois, mudou a versão e disse que recebeu R$ 3 mil para ir de Vitória a Linhares buscar o veículo. 

 Em nota, a Polícia Federal detalhou que os policiais rodoviários perceberam que durante a abordagem, o condutor demonstrava certo nervosismo, mão trêmulas e respostas confusas.

Após consultas aos bancos de dados oficiais, foi constatado que o condutor possuía registros criminais por roubo, porte irregular de arma de fogo e tráfico de drogas. Diante da situação e da inconsistência das respostas do condutor, os agentes decidiram realizar uma busca no veículo e localizaram um fundo falso de metal com dispositivo de trava eletrônica onde estava escondida a quantia apreendida.

Após prestar depoimento na Superintendência de Polícia Federal, o motorista foi liberado por falta de elementos legais suficientes no momento. Entretanto, uma investigação por lavagem de dinheiro será conduzida pela polícia.

Atualização

20 de Agosto de 2021 às 14:59

Após a publicação desta matéria, a Polícia Federal informou a quantidade de dinheiro apreendida e passou mais detalhes sobre as investigações. O texto foi atualizado com as informações.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.