ASSINE

Motoboy atropelado em briga de trânsito no ES "está bem", segundo irmã

Webster Luiz Santos Lopes e Franciane Bueque da Silva estavam em uma moto que foi atropelada durante uma briga de trânsito. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente

Publicado em 27/08/2021 às 11h06
Webster Luiz Santos Lopes ficou ferido e Franciane Bueque da Silva morreu após briga de trânsito em Guarapari
Webster Luiz Santos Lopes ficou ferido e Franciane Bueque da Silva morreu após briga de trânsito em Guarapari. Crédito: Acervo pessoal

O motoboy Webster Luiz Santos Lopes, de 19 anos, que foi atropelado nesta quinta-feira (26), em Guarapari, durante uma briga de trânsito, está bem de saúde e passando por exames no hospital. A informação foi passada pela irmã dele à reportagem da TV Gazeta. A companheira dele, Franciane Bueque da Silva, de 32 anos, que também estava na moto, não resistiu aos ferimentos e morreu no acidente.

A condutora do veículo que atingiu a moto em que Webster e Franciane estavam, Karen Keithy Morais Ferreira, de 36 anos, foi presa. Segundo consta no boletim de ocorrência da Polícia Militar, ela disse ter feito toda a ação com raiva e "de propósito".

O CASO

Quando ainda estava na Rua Jacinto de Almeida, onde a colisão aconteceu, a motorista Karen contou aos policias militares que a briga teve início no Centro da cidade porque o piloto teria feito uma ultrapassagem pela direita, o que não é permitido pelo Código de Trânsito Brasileiro. Ela e o casal teria trocado ofensas e xingamentos, e, segundo Karen, o motociclista teria chutado o retrovisor do carro.

Após o chute, ela admitiu ter começado a seguir o casal, com o intuito de filmar a placa. Durante a perseguição, ela atingiu a moto e a arrastou por cerca de 800 metros, trafegando na contramão da via. Segundo consta no boletim de ocorrência da Polícia Militar, ela disse ter feito toda a ação com raiva e "de propósito".

A engenheira ambiental realizou teste de bafômetro que deu negativo para a ingestão de álcool. Vídeos feitos logo após a colisão mostram o carro dela estacionado, com a moto presa embaixo do para-choque dianteiro.

PRESA SEM DIREITO A FIANÇA

A motorista foi detida por policiais militares no local do acidente e encaminhada à Delegacia Regional de Guarapari. Em nota, a Polícia Civil informou que ela foi autuada em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio, ambos por motivo fútil, e sem direito a fiança, sendo encaminhada ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Guarapari.

Segundo o delegado Vitor Alano à TV Gazeta, a motorista Karen não quis falar nada e se demonstrou fria, não aparentando qualquer tipo de arrependimento.

Em nota, a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) informou que Karen Keithy Morais Ferreira está no Centro Prisional Feminino de Cariacica.

Vídeo mostra batida entre carro e moto no Centro de Guarapari

Atualização

27 de Agosto de 2021 às 11:55

Após a publicação da reportagem, a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) informou que Karen Keithy Morais Ferreira está no Centro Prisional Feminino de Cariacica. Mais cedo, a Sejus havia informado que ela não tinha dado entrada no sistema prisional. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.