ASSINE

Homem que deu "cavalo de pau" em Vitória já teve CNH suspensa 4 vezes

Manobra perigosa foi realizada por três vezes em dois dias diferentes, em setembro, no Centro. Inquérito policial indiciou Tiago Fardin, de 36 anos, por crime de exibição automobilística em via pública sem autorização e pediu pela suspensão da CNH dele

Publicado em 26/10/2020 às 16h33
Atualizado em 26/10/2020 às 21h09
Essas três manobras foram feitas na segunda-feira (21). O motorista já foi identificado, segundo agentes da Guarda Municipal de Vitória
Imagens de câmeras de videomonitoramento flagraram um motorista fazendo uma manobra perigosa, conhecida como cavalo de pau. Crédito: Reprodução

Com 36 anos, Tiago Fardin – que confessou ser o autor de manobras perigosas (conhecidas como "cavalo de pau") em setembro deste ano na região do Parque Moscoso, Centro de Vitória – já teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa quatro vezes. As informações foram passadas pela Polícia Civil durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira (26). As cenas das manobras feitas pelo motorista foram registradas por câmeras de videomonitoramento por três vezes, sendo duas no mesmo dia.

À frente da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (DDT), o delegado Maurício Gonçalves revelou que as suspensões aconteceram entre 2005 e 2017. "Atualmente, ele está com a CNH regular, mas nós representamos pela suspensão do direito dele de dirigir, que vai ficar sob avaliação do judiciário", explicou.

Maurício Gonçalves

Delegado titular da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (DDT)

"Houve indiciamento por três vezes no Artigo 308, que prevê o crime de exibição automobilística em via pública sem autorização, gerando perigo. A pena é de seis meses a três anos, mas não há previsão de reclusão em regime fechado"

De acordo com o delegado, "o dolo eventual (quando se assume o risco) está bem característico nesse caso", que poderia ter culminado em uma "infração gravíssima, que geraria uma suspensão direta da CNH" se tivesse havido flagrante por parte da Guarda Municipal ou da Polícia Militar. "Criminalmente podemos usar a imagem, mas para a lavratura de multas, a legislação não permite", esclareceu.

Para evitar que crimes assim aconteçam, Maurício Gonçalves afirmou que são realizadas blitz semanais pelos municípios capixabas. Além do programa do Governo do Estado, chamado "Força pela Vida". Ainda assim, o delegado também revelou que casos de exibições automobilísticas e manobras ilegais são comuns.

"Diariamente prestamos atendimentos a familiares de vítimas que perderam pessoas queridas, de recém-nascidos a idosos. Pessoas que tiveram paralisia ou perda de membros. Por isso, fica um pedido: quando assumir a direção de um veículo automotor, colocar mais humildade e amor, pensar que nesses casos sempre se arrisca a própria vida e a de terceiros", disse o delegado.

IRRESPONSABILIDADE COM CARRO DA MÃE

Cometidas no mês de setembro, as três manobras realizadas por Tiago Fardin configuram crime, com possibilidade de reclusão, conforme previsto no Artigo 308 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A irresponsabilidade do condutor, que tem 36 anos, ficou registrada por câmeras de segurança.

Imagens mostram que as primeiras aconteceram durante a tarde, nos dias 9 e 21 daquele mês. Na segunda, o perigo do "cavalo de pau" fica evidente, ao mostrar que uma mulher que andava a pé pelo local quase é atingida. Já a terceira ocorre durante a noite, pouco após as 20h, também no dia 21 de setembro.

Sem se identificar, a mãe de Tiago Fardin – e dona do carro utilizado por ele nas manobras – revelou que o filho ainda pegou o veículo sem a autorização, embora tivesse o costume de usá-lo quando saía com amigos. Segundo ela, ele sempre dirigia de maneira tranquila e segura quando estava acompanhado por ela.

Na época, em entrevista para a TV Gazeta, ela afirmou que acreditava que o episódio tinha acontecido pela primeira vez. O local em que as manobras ilegais foram realizadas fica no bairro Parque Moscoso, a apenas dois quarteirões da sede do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar e de um posto da Guarda Civil de Vitória.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Polícia Civil Vitória (ES) Código de Trânsito Centro de Vitória trânsito

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.