ASSINE

Dupla que falsificava CNH's e identidade para criminosos é presa em Vila Velha

De acordo com a Polícia Civil, a qualidade das falsificações era elevada. Um homem e uma mulher foram presos no bairro Novo México pelo crime

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 23/06/2022 às 12h21
Atualizado em 23/06/2022 às 18h22
CNH
Carteiras de habilitação e documentos de identidade eram falsificados pela dupla presa em Vila Velha . Crédito: Radar Nacional

A polícia tirou de circulação uma dupla suspeita de participar de uma organização criminosa que confeccionava CNH's e Carteiras de Identidade falsas para criminosos com mandado de prisão e que estão fora do Espírito Santo. As prisões do homem de 27 anos e da mulher, de 25 anos, ocorreram na quinta-feira (9), no bairro Novo México, em Vila Velha.

As investigações foram tocadas pelo Departamento Especializada de Investigações Criminais (Deic), em ação conjunta com a Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC).

Durante a ação, foram apreendidos identidades e CNH's de diversos Estados brasileiros. A polícia destacou ainda que o nível da falsificação realizada era de altíssima qualidade e difícil detecção. O material usado na produção dos documentos falsos também foi apreendido.

Na tarde desta quinta-feira (23), a Polícia Civil divulgou mais informações sobre o caso. O delegado Gabriel Monteiro, da Divisão Patrimonial, explicou que os papéis apreendidos na casa dos criminosos vão passar por perícia, tamanha a perfeição do material. As investigações vão avançar para descobrir se o papel utilizado era original ou uma falsificação quase perfeita. 

Na casa, foram apreendidos 26 documentos falsificados, entre identidades e carteiras de habilitação. O casal preso usava impressoras de alta performance para imprimir os documentos com dados de pessoas reais e inocentes, acrescentando apenas a foto do traficante que encomendou a falsificação. Assim, os foragidos conseguiam circular livremente, já que estavam com outro nome.

Atualização

23 de Junho de 2022 às 18:21

Após publicação desta matéria, a Polícia Civil passou mais informações sobre como funcionava o esquema criminoso. O texto foi atualizado.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.