ASSINE

Dupla invade escola com facão e assalta funcionárias em Linhares

Um dos homens estava armado com um facão e fazia ameaças contra as funcionárias. Cinco delas tiveram pertences roubados pelos suspeitos

Tempo de leitura: 2min
Linhares
Publicado em 29/06/2022 às 10h56
Fachada da escola invadida em Linhares
Fachada da escola invadida em Linhares. Crédito: Ariele Rui

Dois homens invadiram uma escola no bairro Planalto, em Linhares, no Norte do Espírito Santo, na manhã desta quarta-feira (29), e assaltaram cinco trabalhadoras da unidade. Segundo informações da Polícia Militar, eles levaram celulares das vítimas. Um dos indivíduos estava armado com um facão e fazia ameaças.

Professoras e serventes do Centro de Educação Infantil Municipal (Ceim) Valdir Gabriel Marim ainda não sabem como os suspeitos entraram no local, mas acreditam que eles tenham pulado o muro dos fundos e ficado no interior da escola esperando a chegada dos funcionários. Tudo teria acontecido por volta das 6h.

Uma servente contou que estava preparando a merenda quando foi abordada por um dos suspeitos. “Eu entrei na despensa para pegar os alimentos que a gente ia servir hoje, quando um cara entrou com uma roupa esquisita e um facão enorme. Ele pegou a minha colega e ficou ameaçando ela o tempo todo. A gente chega 6h da manhã, tá escuro ainda, e não temos segurança”, relatou a funcionária, que preferiu não se identificar, para a repórter Ariele Rui, da TV Gazeta Norte.

Além dos trabalhadores, a comunidade ficou assustada. Mãe de duas crianças, uma mulher disse que há uma câmera na escola que poderia registrar o acontecido, mas que não está funcionando. “Tinha uma câmera, mas ela estava desligada. A gente precisa de segurança para os nossos filhos. Se eles conseguiram entrar antes da aula, eles podem entrar quando nossos filhos estiverem aí e pode acontecer o pior”, disse a mãe que não quis ser identificada.

Uma das vítimas do assalto conseguiu acionar o alarme da escola. Logo em seguida, os suspeitos fugiram. Segundo a PM, eles ainda não foram localizados. Por volta das 8h, os funcionários da escola ainda estavam do lado de fora da unidade.

O QUE DIZ A PREFEITURA

Prefeitura de Linhares, por nota, informou que as aulas não foram suspensas. Destacou que ocorre patrulhamento escolar da Guarda Civil Municipal na região nos horários de maior fluxo, como na entrada, intervalos e saídas dos estudantes. Perguntada sobre o funcionamento da câmera, a prefeitura respondeu que as imagens serão disponibilizadas à polícia.

Polícia Civil de Linhares investiga o caso.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.