Duas pessoas são presas por manter ave ameaçada de extinção em cativeiro no ES

Dezesseis pássaros da fauna silvestre nativa – um deles é ameaçado de extinção – foram apreendidos, além de 11 gaiolas e um viveiro onde eram feitos acasalamento das aves para comercialização

Publicado em 04/11/2020 às 11h47
Duas pessoas foram presas por manter aves em cativeiro em Bom Jesus do Norte
Duas pessoas foram presas por manter aves em cativeiro em Bom Jesus do Norte. Crédito: Divulgação / Polícia Ambiental

Duas pessoas foram presas na tarde dessa terça-feira (3), no bairro Belvedere, em Bom Jesus do Norte, município do Sul do Espírito Santo, por manterem 16 pássaros em cativeiro – entre eles uma ave ameaçada de extinção. 

De acordo com a Polícia Militar Ambiental, entre os animais apreendidos havia um catatau, também conhecido como pixoxó, ave que está na Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção. As duas pessoas presas não tinham licença ou autorização para manter as aves em cativeiro.

 Catatau, também conhecido como pixoxó, ave que está na Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção.
Catatau, também conhecido como pixoxó, ave que está na Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção. Crédito: Divulgação / Polícia Ambiental

Todas as aves estavam sem anilha de identificação e documentação. A Polícia Militar Ambiental ainda apreendeu 11 gaiolas e uma armadilha conhecida como alçapão, utilizada na captura de pássaros. Também havia um viveiro no local, onde eram feitos acasalamento das aves para comercialização.

PENA DE ATÉ 18 MESES

As duas pessoas presas vão responder pelo crime do Art. 29 da Lei de Crimes Ambientais, que prevê pena de seis meses a um ano para quem mantém em cativeiro ou depósito "espécimes da fauna silvestre nativa sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente". Por envolver ave ameaçada de extinção, a pena é aumentada da metade – de nove a 18 meses de prisão, além de multa.

A Polícia Ambiental adverte que para ser um criador amador de aves é preciso adquirir espécimes de criadouros credenciados e portar lista de relação de passeriformes emitida pelo Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (IEMA) ou pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Bom Jesus do Norte ES Sul Polícia Ambiental

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.