Criminosos assaltam e ateiam fogo em base comunitária na Serra

Dois homens chegaram ao local e tentaram assaltar o vigilante noturno, que acabou sendo agredido após reagir e tentar se defender. Os assaltantes, então, atearam fogo na área interna do local. Os suspeitos foram detidos

Vitória
Publicado em 26/01/2021 às 09h14
Atualizado em 26/01/2021 às 10h26
Em Novo Horizonte
Base integrada da Guarda Municipal da Serra é alvo de criminosos. Crédito: Reprodução | TV Gazeta

Correção

26 de Janeiro de 2021 às 10:25

A primeira versão desta matéria informava, erroneamente, que a base que foi alvo de criminosos nesta terça-feira (26) no bairro Novo Horizonte, na Serra, pertencia à Guarda Municipal. No entanto, após a publicação do texto, a assessoria de imprensa da Prefeitura da Serra, que foi demandada para falar sobre o assunto, retornou e explicou que a base não pertencia à Guarda. Também após a publicação desta matéria, a Polícia Militar enviou nota explicando o ocorrido e informou que o local que pegou fogo é a base comunitária da Associação de Moradores do bairro e que servia como um ponto de apoio para que os militares e agentes municipais utilizassem o banheiro. As informações foram corrigidas no título e no texto.

A base comunitária localizada em uma praça do bairro Novo Horizonte, no município da Serra, foi alvo de criminosos na madrugada desta terça-feira (26), por volta das 2h. Dois homens chegaram ao local e tentaram assaltar o vigilante noturno, que acabou sendo agredido após reagir e tentar se defender. Os assaltantes, então, atearam fogo na área interna do local.

De acordo com informações do repórter Aurélio de Freitas no Bom Dia ES, da TV Gazeta, o local – que funciona como ponto de apoio para agentes da Guarda Municipal e policiais militares – estava sob vigilância do segurança que faz o acompanhamento da estrutura durante a noite. O trabalhador agredido foi socorrido e levado para atendimento. Dois suspeitos do crime foram detidos.

Segundo a reportagem da TV Gazeta, que esteve no local na manhã desta terça-feira, foi possível observar entre as grades do local que um dos cômodos da base comunitária foi completamente destruído, além de ter as paredes danificadas. Os móveis estavam repletos de cinzas.

Em nota enviada à reportagem de A Gazeta, a Polícia Militar informou que "na madrugada desta terça-feira (26), policiais militares faziam patrulhamento quando foram informados que a base comunitária do bairro Novo Horizonte, na Serra, estaria com sinais de incêndio. Os militares foram ao local, confirmaram o fato e, com apoio de outras viaturas, conseguiram cessar o fogo, utilizando areia e um extintor. A perícia da Polícia Civil foi acionada para apurar as causas do incêndio, que tem suspeita de crime".

Ainda de acordo com informações da PM, a base que pegou fogo pertence à Associação de Moradores do bairro e servia como um ponto de apoio para que os militares e agentes municipais utilizassem o banheiro. "O patrulhamento ostensivo continua sendo realizado da mesma maneira na região", finalizou a corporação, por nota.

Polícia Civil foi demandada pela reportagem para falar sobre a perícia, mas não se pronunciou até a publicação desta reportagem. Assim que houver retorno este texto será atualizado. O Corpo de Bombeiros informou, por nota, que a corporação não atuou nessa ocorrência.

Assalto Serra Polícia Militar Prefeitura da Serra crime guarda municipal serra Incêndio

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.