ASSINE

Condenado por furtar armas e incendiar delegacia em MG é preso na Serra

O crime ocorreu em 2015, na 2ª Delegacia de Polícia Civil de Santa Luzia, em Belo Horizonte, e gerou a perda de 800 documentos oficiais. O homem está preso no Espírito Santo, à disposição da Justiça mineira

Publicado em 28/04/2021 às 10h55
Delegacia incendiada em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 2015
Delegacia incendiada em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 2015. Crédito: Divulgação/PCES

A Polícia Civil do Espírito Santo prendeu um homem de 39 anos que é condenado por furto de armas de fogo e por incêndio criminoso à 2ª Delegacia de Polícia Civil de Santa Luzia, em Belo Horizonte, Minas Gerais. O crime ocorreu em 2015 e gerou a perda de 800 documentos oficiais.

A prisão foi realizada na última sexta-feira (23) pela equipe da Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial (DSP) no bairro Jardim Atlântico, no município da Serra. O homem não teve a identidade divulgada pela polícia.

Segundo o titular da DSP, delegado Gianno Trindade, a equipe chegou até o condenado, através de uma denúncia anônima feita pelo Disque-Denúncia 181.

“O preso era evadido do sistema penitenciário de Minas Gerais. Aqui no Estado, ele estava vendendo salgados, de posse de um simulacro de arma de fogo, ao lado de uma agência bancária, localizada no bairro Jardim Atlântico. Na sua casa, foi localizada e apreendida uma carteira de identidade falsa, que ele alegou ter comprado por R$ 200,00”, contou Trindade.

Segundo o delegado, não há informações sobre crimes cometidos por ele aqui no Estado. O detido foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana (CTV), ficando à disposição da Justiça mineira.

“O recambiamento, transferência de presos, tem que ser pedido pela Justiça de Minas Gerais”, explicou Trindade.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.