ASSINE

Confronto entre guardas e suspeitos termina com dois baleados em Vila Velha

De acordo com a Guarda Municipal, o confronto teve início após agentes terem sido recebidos a tiros por criminosos. Já os moradores contestam essa versão

Publicado em 28/04/2021 às 08h43
  • Do G1/ES

Homem baleado em Vila Velha
Homem baleado em Vila Velha. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Um confronto entre agentes da Guarda Municipal e suspeitos deixou dois homens feridos no bairro Jaburuna, em Vila Velha, na Grande Vitória, na noite desta terça-feira (27).

De acordo com a Guarda Municipal, o confronto teve início após agentes terem sido recebidos a tiros por criminosos. Já os moradores contestam essa versão e afirmam que não havia ninguém armado no local.

Um dos suspeitos baleados é menor de idade e tem 17 anos. Já o outro, segundo a Guarda, tem entre 28 e 29 anos. Ambos foram socorridos e levados para serem atendidos no Hospital Antônio Bezerra de Faria, na mesma cidade.

Segundo a Guarda, os agentes faziam um patrulhamento em Jaburuna quando receberam uma denúncia anônima de que havia homens armados em um local conhecido como Beco da Fofoca.

"Cerca de 10 a 15 disparos foram dados contra nossas guarnições. O revide foi efetuado e mais um indivíduo foi alvejado e também socorrido. Só que ele foi socorrido pelos próprios colegas dele, que estavam acima do morro. Foi pedido apoio a mais guarnições da Guarda de Vila Velha e a Polícia Militar também veio em apoio", explicou a comandante da Guarda de Vila Velha, Landa Marques.

Landa afirma que os dois baleados possuem passagens pela Justiça por crimes como tráfico de drogas, furto, porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal.

No entanto, moradores do bairro que presenciaram a ação afirmam que, quando a Guarda Municipal chegou, não havia suspeitos no local. Por isso, a ação os deixou assustados.

"Nós estávamos todos sentados na rua, estava muito movimentado. Tinha criança brincando na rua, tudo normal, quando eles chegaram já atirando, sem ninguém poder se defender", disse uma mulher, que preferiu não se identificar.

A Guarda ressaltou que os homens baleados estavam armados durante o confronto. No momento da prisão, nenhuma arma foi encontrada com eles.

"Nada foi encontrado, mas foi visto. Sofremos a agressão de vários disparos, tanto é que dois disparos quase acertaram nossos agentes", ressaltou Landa Marques.

Um dos suspeitos, que foi baleado na perna, foi levado para prestar depoimento na Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) após deixar o hospital. Já o outro, segue internado sob escolta policial.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.