ASSINE

Após furto de cadeira e briga em restaurante, suspeito é preso no ES

O homem de 26 anos foi preso com uma mulher, de 31 anos, por tráfico de drogas na noite desta terça-feira (23) no Centro de Cachoeiro

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 24/11/2021 às 12h48

Um homem de 26 anos, suspeito de ter furtado uma cadeira e ter lutado com funcionários de um restaurante em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, foi preso na noite desta terça-feira (23), com drogas. Ele estava com a mulher, de 31 anos, que também foi presa por tráfico e encaminhada para a delegacia do município.

Homem que furtou cadeira e lutou com funcionários de restaurante é preso
Homem que furtou cadeira e lutou com funcionários de restaurante é preso. Crédito: Guarda Municipal de Cachoeiro de Itapemirim

Segundo a Polícia Militar, o casal foi abordado pela Guarda Municipal próximo ao Museu Ferroviário, no Centro da cidade. O homem, ao ver os agentes, passou uma caixa à mulher e reagiu à abordagem. Dentro da caixa, havia 23 pedras de crack. Porém, ao chegar à delegacia, a mulher confessou que na casa onde moram havia mais droga.

Na residência do casal, a polícia encontrou outras pedras de crack, maconha e uma motocicleta, com placa fora do padrão, chassi e motor raspados. O material foi apreendido.

Ainda de acordo com o registro da PM, o homem é suspeito de ter furtado uma cadeira de um restaurante do Centro da cidade na segunda-feira (22). Na data, dois funcionários do estabelecimento brigaram com o suspeito, que retornou ao local com uma arma de fabricação caseira. Ele tentou atirar, mas a arma falhou. O suspeito foi contido por populares, mas conseguiu escapar.

Sobre o caso, a Polícia Civil disse que o homem e a mulher foram conduzidos à Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim. O suspeito foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e por alteração no veículo automotor. Já a mulher foi autuada por tráfico de drogas.

Ambos foram encaminhados ao sistema prisional. Informou ainda que o caso da tentativa de latrocínio continua sob investigação da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Cachoeiro de Itapemirim.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Cachoeiro de Itapemirim Polícia Civil Polícia Militar guarda municipal tráfico de drogas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.