ASSINE

Médico alerta: ES não tem transmissão acelerada, mas isolamento deve continuar

Alerta é do médico infectologista de Vitória, Lauro Ferreira Pinto. O Ministério da Saúde destacou que há cinco Estados que necessitam de uma atenção especial: Rio de Janeiro, Distrito Federal, São Paulo, Ceará e Amazonas

Publicado em 06/04/2020 às 09h05
Médico Lauro Ferreira Pinto
Médico Lauro Ferreira Pinto. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

O médico infectologista Lauro Ferreira Pinto alertou, em entrevista ao Bom Dia Espírito Santo, da TV Gazeta, que o Estado precisa manter o isolamento social apesar de não ter transmissão acelerada do novo coronavírus, como outras unidades da federação.

Ministério da Saúde destacou que há cinco Estados brasileiros que necessitam de uma atenção especial: Rio de Janeiro, Distrito Federal, São Paulo, Ceará e Amazonas.

"O Espírito Santo não está em transmissão acelerada. Temos nichos de transmissão comunitária, mas não temos transmissão acelerada", apontou o médico que, no entanto, manteve o alerta para a necessidade de manter as medidas de isolamento para combater a Covid-19.

"Costumo dizer que, em algum momento, podemos abrir e fechar determinadas situações. A vida normal que conhecemos, enquanto não tiver uma vacina, um tratamento muito eficaz, eu não consigo vislumbrar. Qualquer trabalho tem que manter um distanciamento social porque às vezes a pessoa não se sente doente, mas ela pode estar passando o vírus", alerta Lauro.

Dos casos confirmados, 38 pacientes são considerados curados pela secretaria de Estado da Saúde, 110 estão em isolamento residencial e 40 estão internados, sendo 26 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). O Estado registra seis mortes em decorrência da doença.

De acordo com o boletim da Sesa, os 28 novos casos registrados no domingo pertencem a cinco municípios. O maior número está em Vitória, que registrou 19 casos novos. Vila Velha (3), Serra (3), Cariacica (2) e Colatina (1) completam a lista.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.