ASSINE

"Não é momento de arriscar", diz secretário sobre reabrir comércio no ES

O decreto que proíbe o funcionamento do comércio no Espírito Santo tem validade até o dia 12 de abril. O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, no entanto, não descarta a discussão sobre a flexibilização para alguns setores

Publicado em 10/04/2020 às 21h31
Atualizado em 10/04/2020 às 21h53
Secretário Estadual de Saúde, Nésio Fernandes, em entrevista ao programa Bom dia ES, da TV Gazeta, nesta terça-feira (31)
Secretário Estadual de Saúde, Nésio Fernandes, em entrevista ao programa Bom dia ES, da TV Gazeta. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, afirmou que o governo do Estado deve definir neste sábado (10) se prorroga o decreto que proíbe o funcionamento do comércio no Espírito Santo.

O decreto tem validade até o dia 12 de abril e foi uma das medidas de prevenção ao novo coronavírus tomadas pelo governo estadual. Questionado sobre a possibilidade de se flexibilizar a proibição, Nésio informou que há um entendimento dentro do governo de que "não é momento de arriscar".

"No entendimento que existe dentro do governo é que o momento ainda exige cautela e que não podemos pagar para ver. Não é momento de arriscar", comentou o secretário.

Nésio Fernandes, no entanto, não descarta a discussão sobre a flexibilização para alguns setores. "O que poderá ser apontado são formas diferenciadas de funcionamento de comércio, combinações de algumas medidas que estabeleçam horários diferenciados de funcionamento, protocolos mais rígidos, com manutenção do não retorno de escolas, festas, cinemas e eventos", declarou o secretário, sem revelar quais seriam esses setores.

Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que, até esta sexta-feira (10), pelo menos 349 pessoas foram infectadas pelo coronavírus, 49 casos a mais do que o boletim divulgado na última quinta-feira (9). Do total, 244 estão em isolamento residencial. Nove pessoas morreram no Estado em decorrência da doença.

Segundo a Sesa, 56 pacientes estão internados, sendo que deste total, 39 ocupam quartos das unidades de terapia intensiva. Até o momento, 41 pacientes foram curados da Covid-19.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Governo do ES SESA Coronavírus Coronavírus no ES Covid-19 espírito santo nesio fernandes Comércio

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.