ASSINE

Garoto vai investir R$ 200 milhões e abrir até 200 novos empregos no ES

Empresa já seleciona cadastro para novos postos de trabalho e está construindo prédio que será sede de próximos lançamentos da própria Garoto e Nestlé

Publicado em 08/09/2020 às 19h49
Fábrica da Garoto, em Vila Velha
Fábrica da Chocolates Garoto, em Vila Velha. Crédito: Divulgação/Garoto

Na contramão da crise, a Garoto se prepara para investir R$ 200 milhões no Espírito Santo nos próximos meses. A empresa, do grupo Nestlé, vai aplicar os recursos em novas tecnologias para expandir a produção da unidade fabril em Vila Velha e ampliar o portfólio de chocolates.

Com o aumento da produção, a previsão é de que sejam criados entre 150 e 200 novos postos de trabalho fixos em diferentes áreas da fábrica até o segundo trimestre de 2021, conforme anúncio feito nesta terça-feira (8) pelo vice-presidente de chocolates da Nestlé no Brasil, Liberato Milo. O executivo explicou que, além das vagas regulares, também estão sendo criadas diversas oportunidades temporárias. Até o momento, já foram selecionados cerca de 400 trabalhadores nesta modalidade. Interessados devem cadastrar o currículo no site da empresa.

Milo destacou que as chances serão criadas em diferentes projetos, e que a maioria dos investimentos já está em curso. “Estão em fases diferentes. Algumas coisas são mais simples, outras mais difíceis e demoradas de ser realizadas. Mas já existem projetos em fase de instalação, e, na medida em que essas novas tecnologias vão sendo aplicadas, vamos ampliando as contratações. E são empregos de qualidade, já nos moldes da indústria 4.0", falou. 

Boa parte do novo maquinário será implantado em um novo prédio que está sendo construído nas dependências da Garoto. Denominado projeto Full House, o empreendimento vai abrigar, principalmente, a produção de novos chocolates, entre eles, parte  do portfólio da Nestlé, atualmente produzido em São Paulo. É o caso do Chokito e dos ovos de Páscoa Galak, que já estão em produção na unidade capixaba. A expectativa é de que, com as novidades, a empresa inclusive aumente a capacidade de exportação.

Algumas marcas tradicionais da Garoto também vão passar por mudanças. O bombom Serenata de Amor, por exemplo, vai ganhar uma nova embalagem a partir do próximo ano. Além disso, está previsto o lançamento de novas versões dos tabletes Talento.  

Milo não adiantou quais serão os novos sabores, mas deu algumas pistas. “O que nós aprendemos do consumidor brasileiro são duas coisas: uma delas é que o consumidor entende de chocolate; a outra é que gosta muito de experimentar combinações novas, como mistura de sabores doce e salgado, chocolate preto com branco, entre outros. Essas experimentações fazem toda a diferença e teremos isso na fábrica de Vila Velha", argumentou. 

Parte da matéria-prima utilizado na produção dos chocolates Garoto, inclusive, vem de Linhares, município cujo cacau foi mais uma vez eleito o melhor do Brasil. As amêndoas produzidas na Fazenda Guarani, em Bebedouro, e no Sítio Dona Nita, em Bananal do Sul, conquistaram o primeiro lugar em duas das três categorias do II Concurso Nacional de Qualidade de Cacau - Brazilian Cocoa Awards, em Ilhéus (BA). “É cacau de qualidade. É claro que, por ser uma fábrica muito grande, não conseguimos trabalhar somente com o cacau capixaba, mas é 100% cacau brasileiro e isso é um motivo de orgulho para nós", frisou Milo.

Liberato Milo

Vice-presidente de chocolates da Nestlé no Brasil

"A ideia inicial era de que os investimentos fossem concluídos antes, mas, em função da alta demanda por chocolates, não conseguimos interromper a produção até então. Mas em maio de 2021, no mais tardar, teremos todas essas mudanças implementadas"

Também há novos produtos previstos para este ano, inclusive da marca Baton. A empresa vai lançar em novembro três opções de tabletes recheados, nos sabores Smarties, Croc e Cookies.

O executivo destacou ainda que, em uma estratégia de crescimento, a empresa pretende ampliar o número de robôs em pontos de venda estratégicos no País. Os chamados "choco bots", que já haviam sido implantados inclusive no Espírito Santo, vão ganhar uma repaginada.  “O que havia, até então, eram protótipos. Esses robôs vêm sendo aperfeiçoados em parcerias com empresas brasileiras para que o consumidor possa personalizar a própria caixa de chocolates, a partir do smartphone mesmo", explicou. 

Os investimentos foram elogiados pelo governador Renato Casagrande, que disse ainda que a concentração da produção da Garoto e da Nestlé no Espírito Santo tem sido, há anos, um desejo dos capixabas. "Mais que isso, o investimento em inovação é fundamental. Em um Estado pequeno como o nosso, essa é uma forma de nos mantermos competitivos", opinou. 

Renato Casagrande

Governador do Espírito Santo

"Nós só vamos conseguir caminhar em direção a uma indústria forte, um Estado forte, se tivermos competitividade. E inovação é a chave para a competitividade"

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.