ASSINE

Faculdades no ES oferecem até 15% de desconto na mensalidade

Durante a pandemia, centros de ensino superior têm oferecido aulas à distância. Alunos acreditam que redução poderia ser maior já que alguns custos diminuem fora da educação presencial

Publicado em 29/04/2020 às 16h00
Atualizado em 29/04/2020 às 16h29
Educação à distância
Educação à distância virou opção para faculdades presenciais. Crédito: Divulgação

No momento atual de recomendações de distanciamento social decorrentes da pandemia do novo coronavírus, boa parte das instituições de ensino superior privadas no Espírito Santo trocou as salas de aula pelos computadores, tablets e celulares. Com as aulas à distância, partes das atividades têm sido mantidas e algumas faculdades estão oferecendo descontos de até 15% nas mensalidades.

A redução temporária dos valores se dá até em função das dificuldades financeiras enfrentadas por famílias neste período. Muitos alunos, porém, ainda questionam as instituições sobre os valores pagos, alegando que alguns custos deixam de existir ou diminuem de forma significativa fora da educação presencial, em relação a despesas como energia, limpeza e água.

Para garantir a prestação de serviço, as unidades de ensino podem oferecer as aulas presenciais em período posterior a pandemia, com a modificação do calendário escolar e de férias ou oferecer a prestação das aulas na modalidade à distância, de acordo com normas do Ministério da Educação (MEC).

O diretor-presidente do Procon-ES, Rogério Athayde, explicou que caso a instituição de ensino adote a prestação das aulas na modalidade à distância, tendo ocorrido a redução dos custos fixos da instituição como, água, energia, internet, limpeza, entre outros, torna-se obrigatório o abatimento proporcional do valor da mensalidade aos consumidores.

“É importante ressaltar que é direito do consumidor exigir das instituições de ensino as planilhas mensais de custos comprobatórios das reduções de gastos, pois tais reduções nos custos fixos das instituições geram, obrigatoriamente, o abatimento proporcional no valor das mensalidades dos consumidores, podendo ser considerados eventuais investimentos tecnológicos”, disse.

No Estado, algumas instituições como Faesa e Universidade Vila Velha (UVV) já anunciaram descontos nas mensalidades que vão de 10% a 15%. Outras faculdades não fizeram redução, mas disseram fazer uma negociação individual com alunos, vendo caso a caso. Há ainda 

ALUNOS SE QUEIXAM 

A estudante do oitavo período de Medicina de uma faculdade de Vitória, Emanuella Esteves, comenta que no caso da instituição que estuda, ainda não houve redução no preço pago. "Nós enfrentamos a perda das aulas práticas, que fazem bastante diferença na nossa formação. O conteúdo teórico está sendo bom, mas há uma redução de custos para a faculdade, então deveríamos ter essa diferença descontada. Apesar disso, a faculdade tem tentado atender às críticas dos alunos, tem tentado melhorar quando damos sugestão e inclusive fornece ajuda psicológica através do núcleo de suporte ao discente", afirmou.

No mesmo sentido, o aluno Heytor Gonçalves, que cursa o sétimo período de Jornalismo em uma instituição privada de Vitória, acha pequeno o desconto de 10% nas próximas três mensalidades concedido pela faculdade diante da "diminuição da qualidade" do ensino. "A economia de custos que a empresa tem com a não utilização do campus pelos alunos não pode ser desconsiderada no repasse das mensalidades".

Jholine Bonadiman, estudante do oitavo período de Odontologia, também avaliou não ter recebido resposta à altura da faculdade em que estuda. "Estamos tendo aulas EAD e mesmo assim a faculdade está cobrando o valor integral da mensalidade. Não estamos usufruindo de nada da instituição. Pedimos redução de 40% do valor e não fomos atendidos", disse.

VEJA O POSICIONAMENTO DE ALGUMAS FACULDADES DO ES

Multivix

Em nota, a Faculdade Multivix informou que mantém uma comunicação efetiva com os alunos desde o início da paralisação das atividades presenciais, seguindo as orientações do Ministério da Educação e da Organização Mundial de Saúde e que analisa cada caso individualmente.

"Os atendimentos são individualizados, cada caso está sendo analisado e a instituição está concentrando seus esforços para que não haja nenhum tipo de prejuízo aos alunos. Professores e funcionários estão trabalhando online e com atendimento especial para que os estudos continuem, inclusive com investimentos em avanços tecnológicos para o estudo remoto", afirmou.

Universidade Vila Velha (UVV)

A UVV disse estar ciente de que muitas famílias sofreram prejuízos financeiros diante da necessidade do isolamento social e fechamento do setor comercial e industrial do Estado. 

Por meio de nota, afirmou que disponibilizou condições especiais para o pagamento das mensalidades de maio e junho, com 15% de desconto, não cumulativo a outros benefícios, para pagamento de mensalidade realizado até o dia 1º de cada mês (maio e junho), sendo válido para todos os cursos presenciais e 10% de desconto, também não cumulativo, para pagamento de mensalidade realizado em qualquer data do mês (maio e junho), também válido para todos os cursos presenciais. Após a data de vencimento do boleto, a bonificação será mantida, porém serão cobradas correções previstas em contrato.

Fucape

A Fucape se posicionou no sentido de que analisará a situação de cada aluno ou responsável pelo pagamento e renegociará parcelas ou parte delas, repactuando para novas datas com diluição em meses futuros.

O diretor-presidente da instituição, Valcemiro Nossa, explicou que existem algumas dificuldades para a concessão de um desconto uniforme a todos os alunos, dentre eles a constatação de que o impacto financeiro tem sido diferente para cada família. "Qualquer desconto ou tratativa igual para todos, certamente não atenderia a todos. Por isso a Fucape decidiu pela análise individualizada da situação de cada aluno. Além disso, as possíveis reduções de custos que a instituição vêm tendo é de valor não relevante para se ter impacto no custo total".

"Os investimentos que foram necessários para a implementação de aulas telepresenciais foram significativos e superam em muito as possíveis reduções de custos, bem como estamos prevendo ainda outros investimentos significativos no retorno das aulas presenciais, com várias adaptações necessárias à prevenção conforme protocolo já predefinido pela Federação Nacional das Escolas Particulares", finalizou.

Faesa

Em nota, a Faesa afirmou que, levando-se em conta o impacto da pandemia de Covid-19 no planejamento financeiro de muitas famílias, decidiu pela redução de 10% no valor das parcelas de maio e junho para todos os cursos presenciais de graduação, incluindo também o mês de julho para os alunos de pós-graduação da Instituição.

"A rematrícula, em julho, também terá o valor reduzido, que será anunciado em breve. Além da diminuição do valor, os alunos que precisarem poderão buscar a negociação para o parcelamento das mensalidades futuras, com cada caso sendo analisado individualmente pela Faesa".

Comércio durante a pandemia de coronavírus

Data: 20/03/2020 - ES - Cariacica - Comércio na avenida Expedito Garcia em Campo Grande - Editoria: Cidades - Foto: Vitor Jubini - GZ
Em Campo Grande, Cariacica, um comerciante fecha as portas da loja durante a pandemia de Coronavírus. . Vitor Jubini
Data: 20/03/2020 - ES - Cariacica - Comércio na avenida Expedito Garcia em Campo Grande - Editoria: Cidades - Foto: Vitor Jubini - GZ
Cartaz avisa aos clientes sobre o fechamento da loja no período da pandemia. Vitor Jubini
Data: 19/03/2020 - ES - Vitória - Tiffany Center, Praia do Canto - Os efeitos do coronavírus na Grande Vitória - Editoria: Cidades - Foto: Fernando Madeira - GZ
 Na Praia do Cantos, em Vitória, o aviso de fechamento de um shopping durante a pandemia de coronavírus. . Fernando Madeira
Data: 20/03/2020 - ES - Cariacica - Comércio na avenida Expedito Garcia em Campo Grande - Editoria: Cidades - Foto: Vitor Jubini - GZ
Aviso de fechamento na porta de uma loja em Campo Grande. Vitor Jubini
Data: 19/03/2020 - ES - Vitória - Tiffany Center, Praia do Canto - Os efeitos do coronavírus na Grande Vitória - Editoria: Cidades - Foto: Fernando Madeira - GZ
Na Praia do Canto, clientes encontram o shopping fechado. Fernando Madeira
Data: 20/03/2020 - ES - Cariacica - Comércio na avenida Expedito Garcia em Campo Grande - Editoria: Cidades - Foto: Vitor Jubini - GZ
Vendedor usa máscara, na Avenida Expedito Garcia, em Campo  Grande. Vitor Jubini
Pandemia de coronavírus: supermercados amanhecem lotados em Vitória
Durante a pandemia de coronavírus o movimento de clientes nos supermercados cresceu. Muita gente começou a fazer estoque com medo da falta de abastecimento. Ricardo Medeiros
Pandemia de coronavírus: supermercados amanhecem lotados em Vitória
Os supermercados ficaram lotados. Ricardo Medeiros
Pandemia de coronavírus: supermercados amanhecem lotados em Vitória
Durante a pandemia de coronavírus o movimento de clientes nos supermercados cresceu. Ver clientes usando máscaras de proteção se tornou algo comum. Ricardo Medeiros
Pandemia de coronavírus: supermercados amanhecem lotados em Vitória
Os clientes do supermercado não evitaram o distanciamento. Ricardo Medeiros
Data: 18/03/2020 - ES - Vitória - Coronavírus - Movimentação de bares no Triângulo das Bermudas na Praia do Canto - Editoria: Cidades - Foto: Vitor Jubini - GZ
 Famoso por ser um local de encontros e muita agitação, o Triângulo das Bermudas, na Praia do Canto, ficou vazio antes mesmo da decretação de fechamento do comércio durante a pandemia de coronavírus. . Vitor Jubini
Data: 18/03/2020 - ES - Vitória - Coronavírus - Movimentação na Avenida Jerônimo Monteiro, Centro da Capital - Editoria: Cidades - Foto: Vitor Jubini - GZ
 Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, o movimento no comércio caiu bastante mesmo antes da decretação do fechamento do comércio durante a pandemia. . Vitor Jubini
Data: 18/03/2020 - ES - Vitória - Coronavírus - Movimentação na rua Chapot Prevot, Praia do Canto - Editoria: Cidades - Foto: Vitor Jubini - GZ
Na rua Chapot Presvot, pedaço charmoso da Praia do Canto, uma queda grande no movimento foi percebida antes da decretação do fechamento do comércio foi percebido durante a pandemia. . Vitor Jubini
Data: 17/03/2020 - ES - Vitória - Avenida Jerônimo Monteiro vazia depois da suspensão das aulas causado pelo surto de coronavìrus - Editoria: Cidades - Foto: Ricardo Medeiros - GZ
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. . Ricardo medeiros
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 
Na Avenida Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital, a vendedora de braços cruzados comprova a queda do movimento no comércio antes da decretação do fechamento por causa da  pandemia do coronavírus. 

Centro Universitário Salesiano (Unisales)

O Centro Universitário Salesiano informou que ainda não há definição sobre redução das mensalidades.

Centro Universitário do Espírito Santo (Unesc)

O Unesc informou, por meio de nota, que não tem medido esforços para viabilizar o cumprimento da matriz curricular para que o semestre letivo não seja perdido e que as aulas teóricas, na modalidade remota, são imprescindíveis para o cumprimento da matriz curricular e estão acontecendo com dedicação redobrada e efetiva atuação dos nossos professores. Além disso, afirmou considerar redução de despesas e manutenção dos empregos.

"Mantendo o cuidado com seus alunos, o Unesc prosseguirá com o levantamento dos custos e, caso seja identificada alguma redução, considerando a oferta de aulas por meio remoto, na comparação entre os meses de março e abril com o mês de fevereiro, será concedido abatimento proporcional ao apurado, na última parcela da semestralidade. Além destas medidas, informamos a retirada integral de juros e multa, com prorrogação da tolerância e divisão de parcelas da semestralidade", informou.

Demais instituições 

Procuradas pela reportagem, as faculdades Emescam, Novo Milênio e FDV ainda não se manifestaram. 

Coronavírus: Precisou ir à rua? Veja o que fazer ao voltar para casa

Ilustração de Amarildo - toalha
TOALHAS DE ROSTO E PANO DE PRATO - Quando há mais de um morador de casa, especialistas recomendam que cada um use sua própria toalha de rosto, assim como deveria acontecer com a tolha de banho. . Amarildo
Ilustração de Amarildo - alimentos
ALIMENTOS - Alimentos comprados nas feiras ou nos supermercados também devem ser higienizados. Por terem sido manipulados diversas vezes até chegarem à mão e à mesa do consumidor, a dica do doutor em ciência dos alimentos, Rodrigo Scherer, é que frutas e verduras sejam limpas com água e sabão e ainda submetidas a uma imersão composta por água potável e água sanitária. . Amarildo
Ilustração de Amarildo - alcool gel
MAÇANETAS E PUXADORES DE ARMÁRIOS  - Ao chegar casa, tire os sapatos, adereços, celulares, chaves e mochila. Se possível, tire as roupas e coloque em uma sacola plástica ou cesta de roupas (com demais roupas usadas para sair). O segundo passo é higienizar as mãos. Depois, limpar as maçanetas externas e externas com álcool 70º ou desinfetante. Se você teve de tocar em algum puxador, esse item também precisa ser limpo. Amarildo
Ilustração de Amarildo - chave - anel
ADEREÇOS E CHAVES - Adereços como joias e chaves podem ser limpos com desinfetante ou com álcool 70%. . Amarildo
Ilustração de Amarildo - sapato
SAPATOS E PISOS - A limpeza dos sapatos e dos pisos - porcelanato, cerâmica, madeira - deve ser feita de acordo com o que recomenda o fabricante do produto. O infectologista Wladimir Queiroz destaca que álcool, água e sabão ou desinfetante são eficientes na limpeza e eliminação do vírus da superfície que pode estar contaminada. . Amarildo
Ilustração de Amarildo - camisa
ROUPAS - Os especialistas recomendam que a roupa usada na rua seja imediatamente trocada por outra limpa, quando for permanecer em casa. Ao retornar da rua, as peças devem ser encaminhadas para a área destinada. . Amarildo
Ilustração de Amarildo - maçaneta
MAÇANETAS E PUXADORES DE ARMÁRIOS  - Ao chegar casa, tire os sapatos, adereços, celulares, chaves e mochila. Se possível, tire as roupas e coloque em uma sacola plástica ou cesta de roupas (com demais roupas usadas para sair). O segundo passo é higienizar as mãos. Depois, limpar as maçanetas externas e externas com álcool 70º ou desinfetante. Se você teve de tocar em algum puxador, esse item também precisa ser limpo. Amarildo
Ilustração de Amarildo - bolsa - mohila
BOLSAS E MOCHILAS - Esses recipientes podem ser higienizados com álcool 70% líquido ou em gel. Com papel toalha ou um pano, aplique o produto em uma pequena superfície para verificar se o objeto não será danificado. Se não, aplique a quantidade deseja. Amarildo
Ilustração de Amarildo - celular
CELULAR - Celular e tablet podem ser limpas com álcool isopropilico. Aplique uma pequena quantidade na toalha descartável ou pano e limpe a tela. Nas partes de plástico, a recomendação é usar um pano com desinfetante. O álcool pode deixar essa região esbranquiçada. . Amarildo
CELULAR - Celular e
tablet podem ser limpas com álcool isopropilico. Aplique uma pequena quantidade
na toalha descartável ou pano e limpe a tela. Nas partes de plástico, a
recomendação é usar um pano com desinfetante. O álcool pode deixar essa região
esbranquiçada.
CELULAR - Celular e
tablet podem ser limpas com álcool isopropilico. Aplique uma pequena quantidade
na toalha descartável ou pano e limpe a tela. Nas partes de plástico, a
recomendação é usar um pano com desinfetante. O álcool pode deixar essa região
esbranquiçada.
CELULAR - Celular e
tablet podem ser limpas com álcool isopropilico. Aplique uma pequena quantidade
na toalha descartável ou pano e limpe a tela. Nas partes de plástico, a
recomendação é usar um pano com desinfetante. O álcool pode deixar essa região
esbranquiçada.
CELULAR - Celular e
tablet podem ser limpas com álcool isopropilico. Aplique uma pequena quantidade
na toalha descartável ou pano e limpe a tela. Nas partes de plástico, a
recomendação é usar um pano com desinfetante. O álcool pode deixar essa região
esbranquiçada.
CELULAR - Celular e
tablet podem ser limpas com álcool isopropilico. Aplique uma pequena quantidade
na toalha descartável ou pano e limpe a tela. Nas partes de plástico, a
recomendação é usar um pano com desinfetante. O álcool pode deixar essa região
esbranquiçada.
CELULAR - Celular e
tablet podem ser limpas com álcool isopropilico. Aplique uma pequena quantidade
na toalha descartável ou pano e limpe a tela. Nas partes de plástico, a
recomendação é usar um pano com desinfetante. O álcool pode deixar essa região
esbranquiçada.
CELULAR - Celular e
tablet podem ser limpas com álcool isopropilico. Aplique uma pequena quantidade
na toalha descartável ou pano e limpe a tela. Nas partes de plástico, a
recomendação é usar um pano com desinfetante. O álcool pode deixar essa região
esbranquiçada.
CELULAR - Celular e
tablet podem ser limpas com álcool isopropilico. Aplique uma pequena quantidade
na toalha descartável ou pano e limpe a tela. Nas partes de plástico, a
recomendação é usar um pano com desinfetante. O álcool pode deixar essa região
esbranquiçada.
CELULAR - Celular e
tablet podem ser limpas com álcool isopropilico. Aplique uma pequena quantidade
na toalha descartável ou pano e limpe a tela. Nas partes de plástico, a
recomendação é usar um pano com desinfetante. O álcool pode deixar essa região
esbranquiçada.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.