ASSINE

Escolas devem ficar fechadas durante todo o mês de maio, diz secretário

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, avalia que a diminuição do índice de contaminação é um dos fatores que podem resultar na volta às aulas

Publicado em 25/04/2020 às 20h27
Atualizado em 26/04/2020 às 09h14
Nésio Fernandes, secretário da Saúde do ES
Nésio Fernandes, secretário da Saúde do ES. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Aulas nas escolas do Espírito Santo devem continuar suspensas durante todo o mês de maio. A análise foi feita pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, na noite deste sábado (25). O Estado registrou 52 mortes e 1.711 casos confirmados da Covid-19 até a noite deste sábado (25).

As atividades estão suspensas desde o dia 17 de março. Assim como a restrição a alguns segmentos do comércio, o fechamento das unidades escolares é uma das principais medidas para evitar a circulação de pessoas, como forma de prevenção ao novo coronavírus. 

Nésio Fernandes

Secretário de Estado da Saúde

"As escolas tendem a permanecer fechadas ao longo do mês de maio inteiro. O cenário de reabertura é o cenário de queda real do número de casos, do número de mortos e o número de pacientes graves internados. Antes da queda real, não é possível, com segurança, reestabelecer o reinício das atividades"

O governador Renato Casagrande (PSB) já havia adiantado a possibilidade de ampliação do prazo de suspensão das aulas. Segundo o chefe do Executivo estadual, o assunto seria discutido  ao longo da semana com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e com a Secretaria de Estado da Educação (Sedu).

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.