ASSINE

Comércio e supermercados não vão abrir no ES neste sábado de feriado

A decisão foi tomada em uma reunião na tarde desta sexta-feira (30) e vale para todos os municípios do Estado. Supermercados abrem no domingo (2) nas cidades de risco alto e moderado

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 30/04/2021 às 17h27
 Filas gigantes nos bancos de Campo Grande, marcaram a quarta-feira de comércio aberto na Grande Vitória
Movimentação no comércio de rua em Campo Grande, Cariacica. Crédito: Fernando Madeira

Por conta da convenção coletiva firmada com os trabalhadores, estabelecimentos do setor de comércio, incluindo os supermercados, não vão funcionar neste sábado (1), feriado do Dia do Trabalhador.

A regra vale para todo o Espírito Santo, inclusive nos municípios em que a classificação de risco estabelecida pelo Governo do Estado permitiria o funcionamento do comércio.

A decisão foi tomada em uma reunião na tarde desta sexta-feira (30) entre a Federação do Comércio do Espírito Santo (Fecomércio-ES), a Associação Capixaba de Supermercados (Acaps) e o sindicato dos trabalhadores do setor, o Sindicomerciários.

Segundo o presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri, apesar do mau momento econômico provocado pela pandemia, a decisão precisou ser tomada avaliando as condições para o funcionamento neste feriado.

“Além da convenção que foi firmada, a decisão foi de comum acordo entre as entidades levando também em consideração que não haverá transporte coletivo para a população em geral, o que dificulta o trabalho dos comerciantes”, explica.

Segundo a decisão do Governo do Estado, na Grande Vitória, o funcionamento dos ônibus do sistema Transcol nos feriados é restrito apenas para transportar funcionários da área da saúde.

Já no domingo (2), exceto nas cidades classificadas como risco extremo, os supermercados podem abrir. Já os estabelecimentos do comércio em geral voltam a funcionar somente na segunda-feira (3) em todo o Estado.

O superintendente da Acaps, Hélio Schneider, destaca que a associação vai avaliar caso a caso o funcionamento dos supermercados nos próximos feriados, como fez para esse 1° de maio. “Tudo depende das medidas que o Governo do Estado vai estabelecer em função da crise da Covid-19”.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO DE RISCO QUE VALE ATÉ DOMINGO (2)

RISCO EXTREMO

Domingos Martins, Ecoporanga, Mimoso Do Sul, Pedro Canário e Santa Teresa.

RISCO ALTO

Afonso Cláudio, Água Doce Do Norte, Águia Branca, Alegre, Alfredo Chaves, Anchieta, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Barra De São Francisco, Boa Esperança, Cachoeiro De Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição Da Barra, Fundão, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Irupi, Itapemirim, Iúna, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Montanha, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pinheiros, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo Do Sul, Santa Maria De Jetibá, São Gabriel Da Palha, São José Do Calçado, São Mateus, Serra, Sooretama, Vargem Alta, Viana, Vila Velha e Vitória.

RISCO MODERADO

Alto Rio Novo, Baixo Guandu, Bom Jesus Do Norte, Brejetuba, Conceição Do Castelo, Divino De São Lourenço, Dores Do Rio Preto, Governador Lindenberg, Iconha, Itaguaçu, Itarana, Jaguaré, Laranja Da Terra, Marilândia, Mucurici, Ponto Belo, Rio Bananal, Santa Leopoldina, São Domingos Do Norte, São Roque Do Canaã, Venda Nova Do Imigrante, Vila Pavão e Vila Valério.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Coronavírus no ES Comércio Acaps Supermercados Pandemia Fecomércio

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.