ASSINE

Com abertura no sábado, comércio do ES comemora venda do Dia dos Pais

O setor estima que as vendas na semana que antecedeu a data comemorativa tenham sido equivalentes a 75% do esperado para o período

Publicado em 10/08/2020 às 17h09
Atualizado em 10/08/2020 às 18h54
Comércio na Avenida Expedito Garcia, em Campo Grande
Movimento no comércio na Avenida Expedito Garcia, em Campo Grande. Crédito: Fernando Madeira

Fortemente impactados pela crise do novo coronavírus, comerciantes do Espírito Santo comemoram as vendas do último fim de semana. As lojas de rua foram autorizadas a funcionar excepcionalmente no sábado (8) por conta do Dia dos Pais. Segundo a Federação do Comércio do Espírito Santo (Fecomércio), o faturamento durante a semana representou de 75% a 80% do esperado para o período. Já o movimento no sábado foi maior que o registrado na véspera da mesma data comemorativa em 2019.

"Foi melhor que as nossas expectativas, não só na Região Metropolitana, mas em todo o Estado. Todos os segmentos se beneficiaram, mas principalmente o de confecções e calçados. Neste, estimamos que tenha superado a venda do mesmo dia do ano passado", afirmou o presidente da Fecomércio, José Lino Sepulcri. 

Ele avalia que o consumidor estava "carente de sair" e que, por isso, houve grande movimentação em locais onde há concentração de lojas como a Glória, em Vila Velha, e a avenida Expedito Garcia, em Cariacica. O presidente da Fecomércio aponta que os empresários respeitaram os cuidados dentro dos estabelecimentos, como a obrigatoriedade do uso de máscaras, disponibilização de álcool em gel e limitação de entrada de acordo com o tamanho da loja. 

"Houve movimento respeitoso e que, naturalmente, estávamos precisando dessa oportunidade. Infelizmente, os quatro meses que antecederam a liberação no sábado trouxeram resultados preocupantes para os comerciantes", diz.

Diretor da entidade, José Carlos Bergamin ressaltou que a abertura no sábado, mesmo que excepcional, contribuiu para "mudar o clima", dando otimismo aos comerciantes.

"Os negócios vão se sustentando e, com eles, os empregos. Atingimos a meta de R$ 400 milhões de faturamento. Nós imaginamos que seja 75% a 80% do desemprenho do varejo relativo à última semana. No ano passado, o faturamento foi em torno de R$ 500 milhões. Já é muito bom e nos dá ânimo", afirma.

MEDIDA É EXCEPCIONAL

Na última quinta-feira (6), o governador Renato Casagrande autorizou que as lojas de rua abrissem no sábado (8), das 9h às 15h. Ele deixou claro que essa seria uma situação excepcional. 

Passada a data comemorativa, o funcionamento de lojas e estabelecimentos comerciais deve voltar a seguir o que determina a Matriz de Risco para cada cidade.

MOVIMENTO TAMBÉM CRESCEU NOS SHOPPINGS

Depois de cinco meses fechados aos fins de semana, os shoppings voltaram a abrir aos sábados na Região da Grande Vitória e em outras cidades de risco moderado. A véspera do Dia dos Pais (8) marcou o primeiro dia da retomada e registrou movimento maior de clientes que o de segunda a sexta-feira.

De acordo com a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) no Espírito Santo, o movimento registrado ficou 20 pontos percentuais acima da média registrada em dias da semana. Isso porque, de segunda a sexta-feira, os centros de compras estão ficando com 60% da sua capacidade, já considerando os padrões estabelecidos pelo governo. Já neste sábado, atenderam 80% da capacidade. Além de ser o primeiro fim de semana de reabertura, o aumento do movimento foi creditado também à busca por presentes para o Dia dos Pais.

Em cidades com risco moderado, como é o caso da Grande Vitória, além de segunda a sexta, os shoppings podem funcionar das 12h às 20h aos sábados. Já a praça de alimentação pode abrir todos os dias até as 18 horas, sendo que as demais lojas permanecem fechadas aos domingos.

Coronavírus Comércio Shoppings Fecomércio Dia dos pais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.