ASSINE

Vídeo: Rio Doce invade pista da ES 248 entre Colatina e Linhares

Motoristas estão utilizando somente meia pista, já que a outra via está alagada; o local ainda não está interditado, segundo informações do DER-ES

Tempo de leitura: 2min
Colatina
Publicado em 13/01/2022 às 16h23
Meia pista da ES 248 entre Colatina e Linhares ficou alagada pela cheia do Rio Doce. Crédito: Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES)
Meia pista da ES 248 entre Colatina e Linhares ficou alagada pela cheia do Rio Doce. Crédito: Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES)

Os motoristas vão precisar ter muita atenção ao passar pelo km 50,6 da rodovia ES 248. O trecho que liga Colatina a Linhares está parcialmente alagado por causa da cheia do Rio Doce. O local não está interditado ainda, segundo o Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES). Mas os motoristas estão utilizando somente meia pista, já que a outra via está alagada.

Um condutor que passava pelo local enviou um vídeo para a reportagem de A Gazeta. Nas imagens é possível ver que os veículos que vêm de um sentido esperam enquanto os da outra pista passam.

O aumento do volume de água passando pelas pontes ocorre pela incidência de chuva na cabeceira do Rio Doce, em Minas Gerais. Em Colatina, a Defesa Civil atualizou o número de desalojados para 29 famílias.

Já em Linhares, 13 famílias estão desabrigadas e foram levadas para um ginásio esportivo. Nesta tarde, o Corpo de Bombeiros e o Núcleo de Operações e Transportes Aéreo (NOTAer) trabalham no resgate de pelo menos outras 11 famílias ilhadas no município.

TENDÊNCIA DO NÍVEL DIMINUIR

O diretor da Defesa Civil de Linhares, Antônio Carlos dos Santos, informou que a previsão é de que o nível do rio estabilize e comece a diminuir. Segundo ele, o nível atual do rio já está abaixo do que foi previsto anteriormente.

“Todos os municípios localizados acima do município de Linhares estão estabilizando, com a tendência de diminuir a cota. A previsão para quarta-feira era de que o rio chegasse a 5,90 metros, mas atingimos 5,78, o correspondente a 12 centímetros a menos”, explicou Antônio Carlos.

A Defesa Civil de Colatina também afirma a mesma tendência. O Rio Doce no município chegou a 7,79 metros nesta manhã de quinta-feira (13), mas baixou para 7,72 metros no início da tarde.

Aquela tendência de chegar a 7,95, como tinha sido divulgado pelo órgão, não existe mais. Já que o volume deve baixar ainda mais nas próximas horas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.