ASSINE

Veja pontos de arrecadação no ES para ajudar vítimas das chuvas na Bahia

Se você ainda não ajudou a Bahia, ou se gostaria de ajudar mais uma vez, separamos pontos de doação em funcionamento no Espírito Santo

Tempo de leitura: 3min
Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 30/12/2021 às 15h19
Voluntários recolhe doações para a Bahia
Voluntários recolhem doações para as vítimas das chuvas na Bahia. Crédito: Karen da Rocha Oliveira

A situação das chuvas no Sul da Bahia ainda é complicada e, por isso, voluntários e organizações resolveram recolher doações em pontos da Grande Vitória. A ação já vem acontecendo desde meados de dezembro e carretas cheias de mantimentos e itens de necessidade básica já foram levados para os mais necessitados do estado vizinho. 

O presidente da Instituição Social Unidos Pela Vida, da Serra, e também presidente da Associação dos Caminhoneiros do Espírito Santo, Bira Nobre, é um dos responsáveis pelo mutirão solidário. Ele explica que não houve dificuldade em encontrar quem quisesse levar os mantimentos, que foram entregues no último domingo (26), em Itamaraju e Medeiro Neto, duas cidades muito afetadas pelas fortes chuvas no Estado da Bahia.

A biomédica Karen da Rocha Oliveira mora em Vila Velha há dois anos, mas é de Medeiro Neto, uma das cidades afetadas, onde mora parte da família. Ela explica que, assim como quando veio para o Espírito Santo, se sentiu acolhida quando começou a arrecadar na própria casa doações para o estado natal.

Este vídeo pode te interessar

Karen também contou que, em Medeiro Neto, a situação é crítica a ponto de pessoas precisarem dormir em baias de animais para se resguardarem do mal tempo. Ela tem esperanças de que tudo melhore logo. "Apesar da tragédia, hoje eles (os afetados) estão melhor assistidos devido a quantidade de doações", diz.

Cidades do sul da Bahia sofrem com alagamentos após as fortes chuvas dessa quinta-feira (9)
Cidades do sul da Bahia sofrem com alagamentos após as fortes chuvas . Crédito: Reprodução | Twitter

Os pontos de doações vão funcionar até à tarde desta sexta-feira (31) e devem ser logo levados para a Bahia. Na semana que vem, a expectativa é que os pontos de coleta voltem a funcionar.

COMO AJUDAR

O que doar:

  • cestas básicas,
  • itens de higiene pessoal, 
  • alimentos não perecíveis, 
  • roupas, 
  • água mineral, 
  • produtos de limpeza.

Onde doar:

  • Vitória: Carreta no estacionamento do Shopping Vitória - Avenida Américo Buaiz, 200 - A 15 - Enseada do Suá, Vitória. Recebe doações até: sexta-feira (31)
  • Viana: Caminhão da Wagner Caminhões - Rodovia Governador Mário Covas, s/n, Box-02, Parque Industrial, Viana. Recebe doações até: sexta-feira (31)
  • Serra: Caminhão da Transportadora MMA, na Rua Atalydes Moreira de Souza, 1025, Civit I, Serra. Recebe doações até: sexta-feira (31)
  • Shoppings: Shopping Moxuara, em Cariacica, Shoppings Mestre Álvaro e Montserrat, na Serra, e Shopping Praia da Costa, em Vila Velha também contam com pontos de doação durante o horário de funcionamento (de 10h às 22h), até a próxima sexta-feira (07).

CARTÃO DE CRÉDITO OU PIX

  • O Instituto Água Viva (IAV) também lançou uma campanha com objetivo de arrecadar doações para levar água potável às cidades mais afetadas, sendo essa uma das grandes demandas das regiões sem abastecimento. Para apoiar, basta acessar Instituto Água Viva e escolher a forma de doação, por cartão de crédito ou PIX.

E na última segunda-feira (27), conforme noticiado pelo jornal Folha de São Paulo, A Ordem dos Advogados do Brasil na Bahia (OAB-BA) divulgou uma lista de instituições que estão recebendo doações e transferências de recursos via Pix. Confira:

  • Instituto Liga do Bem - Pix: CNPJ 35.759.019/0001-09
  • Grupo Amigos da Praia (@gap_ilheus) Pix: 330137950001-21
  • Amigos Solidários (@amigossolidarios) - Pix: 417593340001-20
  • SOS Itambé: Banco do Brasil Agência 0282-8 Conta: 16155-1
  • SOS Ibicuí: Igreja Batista de Ibicuí - CNPJ 16.238.248/0001-25 Banco do Brasil Agência 1068-5 CC: 10237-6

A Gazeta integra o

Saiba mais
Bahia chuva doacao solidariedade

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.