ASSINE

Sul do ES em alerta: rio está 4 metros acima do normal em Ibitirama

Municípios da região estão em alerta para alagamentos e outros efeitos da chuva. Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 19/02/2021 às 13h35
Em Ibitirama, Apiacá e Bom Jesus do Norte, choveu mais de 100.00mm nas últimas 24 horas
Municípios da região estão alerta para alagamentos e outros efeitos da chuva. Crédito: Internauta

A chuva que atingiu a Região Sul do Espírito Santo nesta sexta-feira (19) gerou transtornos em vários municípios. As 13 cidades que mais registraram chuva em todo o Estado são da região e a Defesa Civil está em alerta.

Em IbitiramaApiacá e Bom Jesus do Norte choveu mais de 100.00 mm nas últimas 24 horas, sendo 133.40 mm, 111.80 mm e 106.00 mm, respectivamente. São José do Calçado registrou 93.00 mm; Irupi 88.80 mm e Guaçuí 88.51 mm.

Já Muqui e Mimoso do Sul acumularam 55.20 mm e 55.00 mm nas últimas 24 horas. Atílio VivácquaJerônimo MonteiroIbatibaAlegre e Cachoeiro de Itapemirim registraram abaixo de 50.00 mm.

IBITIRAMA

Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas. Há pontos de alagamento perto do campo de futebol, no Centro da cidade, e na saída da sede para o distrito de Santa Maria. A Defesa Civil municipal está em alerta e monitora a situação. Até o fim da manhã, não houve outras ocorrências no município.

Rio transborda e alaga ruas em Ibitirama

Municípios da região estão alerta para alagamentos e outros efeitos da chuva
Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas. Internauta/Fabiola Rodrigues
Municípios da região estão alerta para alagamentos e outros efeitos da chuva
Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas. Internauta/Fabiola Rodrigues
Municípios da região estão alerta para alagamentos e outros efeitos da chuva
Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas. Internauta/Fabiola Rodrigues
Municípios da região estão alerta para alagamentos e outros efeitos da chuva
Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas. Internauta/Fabiola Rodrigues
Municípios da região estão alerta para alagamentos e outros efeitos da chuva
Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas. Internauta/Fabiola Rodrigues
Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas
Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas
Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas
Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas
Em Ibitirama, a Defesa Civil informou que o Rio Norte está cerca de 4 metros acima do normal e a água já transbordou em algumas ruas

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Na maior cidade da região, uma árvore caiu bem perto de uma escadaria a atingiu todo o telhado, parte do terraço e danificou a caixa d’água de uma casa. A queda aconteceu por volta das 5h da manhã na Rua José Paulino Cipriano, no bairro Nossa Senhora Aparecida.

Municípios da região estão alerta para alagamentos e outros efeitos da chuva
Uma árvore caiu perto de uma escadaria e atingiu todo o telhado, parte do terraço e danificou a caixa d’água de uma casa. Crédito: Internauta

Segundo os moradores, a árvore era velha e já apresentava sinais de que poderia cair. Durante a noite desta quinta-feira (18), um galho quebrou e atingiu a rede elétrica. A EDP, responsável pela distribuição da energia elétrica, informou que uma equipe esteve no local nesta manhã (19), e desligou a energia da rede elétrica para que o Corpo de Bombeiros realizasse a remoção da árvore.

A EDP disse ainda que, após o serviço de remoção, a energia será religada e, enquanto o Corpo de Bombeiros realiza a remoção da árvore, a equipe atua em ruas próximas realizando manobras na rede elétrica que minimizam o impacto da falta de energia e restabelecem o sistema para outros clientes.

Ainda em Cachoeiro, no bairro Nova Brasília, onde um alagamento foi registrado na última segunda-feira (15), um buraco apareceu na praça do bairro, conhecida como Pracinha do Rotary. Segundo os moradores, embaixo da praça passa uma galeria de drenagem e, após o buraco, a calçada está cedendo.

Municípios da região estão alerta para alagamentos e outros efeitos da chuva
Um buraco apareceu na praça do bairro Nova Brasília, conhecida como Pracinha do Rotary. Crédito: Internauta

A prefeitura informou que uma equipe da Secretaria Municipal de Manutenção e Serviços já isolou e vistoriou a área e as obras de reparo serão iniciadas ainda nesta sexta-feira (19). A previsão é que os trabalhos sejam concluídos em cerca de 15 dias.

A Semmat pede que, nesse período, os moradores respeitem o isolamento da área, para evitar riscos de acidente.

SÃO JOSÉ DO CALÇADO

Em São José do Calçado, a assessoria da prefeitura informou que já registrou alguns pontos de alagamentos. Uma rua perto da rodoviária, no Centro do município, precisou ser interditada porque está completamente alagada.

APIACÁ

No município de Apiacá, o córrego Boa Vista subiu de 4 metros a 5 metros, segundo a Defesa Civil municipal. Moradores de pelo menos três bairros foram afetados com alagamentos. O comerciante Josias Milante contou que quando o córrego transbordou, a água que atingiu as ruas entrou em casas e comércio da região central.

No interior de Apiacá, a Defesa Civil falou que as comunidades foram atingidas com queda de barreiras e de árvores e as equipes continuam em alerta.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.