ASSINE

Sofreu com a falta d'água? Saiba como pedir o ressarcimento à Cesan

Companhia disponibiliza ponto de atendimento presencial. Há ainda opção de pedir informações pela internet ou por aplicativo de mensagens

Tempo de leitura: 3min
Vitória
Publicado em 08/03/2022 às 20h27
Torneiras abertas: acesso à agua ainda é restrito
Moradores da Grande São Pedro ficaram sem água por uma semana. Crédito: Pixabay

 Moradores da Grande São Pedro  que sofreram com a falta d'água por ao menos uma semana, entre o fim do mês de fevereiro e o início de março, podem, a partir desta terça-feira (8), solicitar o ressarcimento à Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) caso tenham tido despesas adicionais em razão do desabastecimento.  O direito de reembolso também está garantido a qualquer consumidor atendido pela companhia, de qualquer cidade, que também se sinta lesado com a seca nas torneiras.

Os pedidos podem ser feitos por um site, na agência virtual da Cesan e também por mensagem de texto. No caso da Grande São Pedro, por ter sido a região mais atingido, sofrendo com falta d'água por uma semana, há ainda a possibilidade de atendimento presencial, disponível no bairro Redenção.

Para requerer a  reparação ao dano causado, é necessário que os moradores apresentem notas fiscais, fotos, orçamentos ou qualquer material que mostre a despesa. O reembolso pode ser solicitado pelo titular da matrícula na Cesan, que deve levar o documento de identificação pessoal.  Confira abaixo como exigir o ressarcimento.

ATENDIMENTO PRESENCIAL NA GRANDE SÃO PEDRO

A Cesan tem oferecido desde esta terça (8) um atendimento presencial aos moradores da Grande São Pedro. Uma unidade móvel foi instalada na Avenida Serafim Derenzi, no bairro Redenção, número 562. O atendimento está localizado no pátio da Igreja Unção de Deus, em Vitória, das 9h às 16h.  

O atendimento está sendo disponibilizado aos moradores da Grande São Pedro, que foram afetados por um período maior. Mas pessoas de outros bairros podem ir ao local consultar informações e pedir ressarcimento pela falta d'água. A unidade móvel deve ficar no local pelo menos até o fim do mês de março.

ATENDIMENTO PELO WHATSAPP

Além do atendimento presencial, os moradores também podem solicitar o ressarcimento pelo WhatsApp (27) 99722-9291. Diferentemente do atendimento presencial, o contato por mensagem no número acima é exclusivo para atendimento aos moradores da Grande São Pedro. Eles devem apresentar os documentos para pedir o ressarcimento.

ATENDIMENTO PELA INTERNET

Pedidos de ressarcimento também podem ser feitos pela agência virtual da Cesan. Basta acessar qualquer opção do menu , selecionar a opção “Solicitação de ressarcimento de danos” e seguir as instruções.

  1. A Gazeta - dgsef5vat4
    01

    ABRA O SITE

    Ao abrir o site da Cesan, clique em "Minha água".

  2. A Gazeta - nkyj0csjf8
    02

    ESCOLHA A OPÇÃO

    Ao clicar em "Minha água", várias opções serão oferecidas a você, consumidor. Procure por ressarcimento. 

  3. A Gazeta - cwwqw1
    03

    SIGA AS INSTRUÇÕES

    As orientações são explicadas no site da Cesan. É preciso inserir informações pessoais e apresentar documentos para pedir o ressarcimento.

ÁGUA VOLTOU NO DOMINGO, SEGUNDO A CESAN

Depois de bairros da região da Grande São Pedro, em Vitória, ficarem uma semana sem água, a Cesan informou no último domingo (6) que o abastecimento foi retomado e está nas mesmas condições anteriores à paralisação, que começou na última segunda-feira (28/02).

No sábado, a concessionária de saneamento reconheceu falhas no sistema e prometeu investimentos para melhorar o abastecimento na região. A estatal também anunciou medidas comerciais para os moradores, como a isenção da parcela fixa da tarifa na próxima fatura.

Sem água por uma semana, moradores foram atendidos por carros-pipa nos últimos dias. A situação começou a se normalizar, com a volta da água para as residências mais baixas, na sexta-feira (4). O Procon Municipal de Vitória chegou a abrir um processo administrativo contra a Cesan por conta da falta d'águaO Ministério Público Estadual também cobrou explicações à companhia.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.