ASSINE

Quarentena no ES: governo proíbe uso de parques, quadras e praças

A medida passa a vigorar a partir desta quinta-feira (18) e terá validade de 14 dias, de acordo com o governador Renato Casagrande

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 16/03/2021 às 16h51
Vitória - ES - Parques reabrem no Estado. Parque Pedra da Cebola.
Parque Pedra da Cebola, em Vitória. Crédito: Vitor Jubini

A utilização das praças, parques, jardins públicos, campos de futebol, quadras e ginásios está proibida no Espírito Santo durante 14 dias a partir de quinta-feira (18). A medida foi apresentada como uma das regras da quarentena para conter o avanço da pandemia do coronavírus definida pelo governo do Estado.

O governador Renato Casagrande destacou que as medidas restritivas têm o objetivo de salvar vidas. As ações estão sendo adotadas, segundo Casagrande, em decorrência do aumento do número de óbitos, de contagiados e da ocupação de leitos hospitalares em decorrência da Covid-19. "Estamos vivendo o pior momento da pandemia", reforçou.

De acordo com a portaria divulgada pelo governo, ficam proibidas a "utilização de praças, parques, parques, jardins públicos, campos públicos de futebol, quadras públicas de esportes públicos, ginásios públicos de esportes e outros espaços públicos equivalentes". 

TAXA DE OCUPAÇÃO

O Espírito Santo chegou a 91,05% de ocupação nos leitos de UTI exclusivos para o tratamento da Covid-19 na manhã desta terça-feira (15). Os dados são do Painel de Ocupação de Leitos Hospitalares, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, esse número de ocupação foi definido como “gatilho” para a tomada de medidas mais extremas com o objetivo de diminuir a interação entre as pessoas.

Nésio Fernandes

Secretário de Estado da Saúde

"Desde a quarta-feira passada tivemos aumentos intensos nas internações. Tivemos três dias com mais de 150 pacientes internados. Nesse momento, disparar essas medidas do risco extremo é proteger o sistema de saúde do colapso e diminuir a pressão hospitalar para garantir acesso a todos os atingidos pela Covid-19. Nesses 14 dias, o objetivo é interromper a cadeia de transmissão de forma abrupta"

As regras da quarentena foram anunciadas durante uma coletiva de imprensa virtual realizada pelo governador Renato Casagrande nesta terça-feira. Umas das alterações indicam que durante esse período ficam suspensas as classificações de risco indivuais aos municípios: risco baixo, risco moderado e risco alto.

Renato Casagrande 

Governador

"Nós temos limite de profissionais, de medicamentos, de equipamentos, mesmo tendo dinheiro e estrutura física para leitos. Leitos não salvam todas as vidas, mas dá dignidade às pessoas. Outra coisa importante é: reduzir a demanda sobre os hospitais de outras enfermidades, como doenças respiratórias e acidentes "

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.