ASSINE

Profissionais da saúde: não há registros de mortes após 2ª dose

De acordo com Painel de Vacinação, o Estado recebeu 615.620 mil doses de vacina contra a Covid-19 do governo federal

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 29/03/2021 às 18h11
 GERAL - BRASILIA, COVID-19, VACINAÇÃO DRIVE-THRU CORONAVAC -Profissional de saúde nesta quinta-feira, 18 de março, prepara uma dose da vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, antes de aplicar em idoso em um drive-thru. 18/03/2021
Profissional de saúde prepara uma dose da vacina CoronaVac. Crédito: Mateus Bonimo/AGIF - Agência de Fotografia/Estadão Conteúdo

governo do Estado não registrou a morte de nenhum profissional de saúde que recebeu a segunda dose da vacina contra a Covid-19 . A informação foi repassada pelo gerente estadual de Vigilância em Saúde, Orlei Cardoso, durante entrevista coletiva on-line nesta segunda-feira (29).

Orlei Cardoso

Gerente de Vigilância em Saúde

"Nós não temos até a presente data nenhum registro de profissional da saúde que tenha falecido após a segunda dose da vacina. Temos, obviamente, profissionais que já foram a óbito antes de iniciar a vacinação "

De acordo com o Painel de Vacinação do Estado, o público-alvo da Saúde conta com um total de 124.416 profissionais. Até o momento, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) distribuiu 87.137 vacinas para aplicação da segunda dose de imunização desse grupo no Espírito Santo.

A décima remessa de doses de vacina contra o coronavírus chegou ao Estado na última sexta-feira (26). Os compostos estão sendo usados imunizar o público de 65 a 69 anos. O novo lote contém 79,9 mil doses, sendo 17,9 mil da farmacêutica Oxford e outras 62 mil doses da Coronavac, produzida no Instituto Butantan.

A nova remessa deve completar 100% da aplicação da primeira dose em idosos de 70 a 74 anos e mais o quantitativo de 2% para trabalhadores da saúde, atendendo às diretrizes do Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde.

"Todos os municípios têm tido uma velocidade importante na vacinação. A logística tem sido importante. Assim que as doses chegam, rapidamente são distribuídas e isso tem colocado o estado numa posição importante no ranking dos estados que mais vacinaram", destaca Orlei.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
SESA Coronavírus Coronavírus no ES Covid-19 nesio fernandes Vacinas contra a Covid-19

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.