ASSINE

MP denuncia membro do PSL por pressionar avó de menina estuprada no ES

Após denunciar à Justiça a extremista Sara Giromini e pedir que ela pague indenização de R$ 1,3 milhão, o Ministério Público Estadual acusou formalmente mais um aliado de Sara. É Pedro Teodoro, filiado ao PSL de São Mateus

Publicado em 20/08/2020 às 14h21
Atualizado em 20/08/2020 às 15h42
Sara Winter é ativista pró-Bolsonaro e participa de um grupo autointitulado
Após denunciar à Justiça a extremista Sara Giromini e pedir que ela pague indenização de R$ 1,3 milhão, o Ministério Público Estadual acusou formalmente mais um aliado de Sara. Crédito: Instagram

Autoridades do Espírito Santo continuam em busca de identificar e punir todos que vazaram informações sigilosas, fizeram pressões psicológicas ou conturbaram o processo de interrupção da gravidez de uma criança de 10 anos vítima de estupro em São Mateus. O aborto foi autorizado pela Justiça e atendeu a vontade da criança e da avó, que possui a guarda da neta.

Após denunciar à Justiça a extremista Sara Giromini e pedir que ela pague indenização de R$ 1,3 milhão, o Ministério Público Estadual acusou formalmente mais um aliado de Sara. É Pedro Teodoro, filiado ao PSL de São Mateus. Em suas redes sociais, Pedro se define como "empreendedor, palestrante, escritor, acadêmico de ciência política e fundador do Projeto Família Cristã. Condena o aborto, defende os valores cristãos e a família.

Para o promotor Fagner Andrade Rodrigues, Pedro é seguidor das ideias de Sara e teve acesso, de forma ilegal, aos detalhes do caso envolvendo a criança. De acordo com a denúncia protocolada na Justiça, Pedro foi até a casa da família, em São Mateus, no dia 15 de agosto e "promoveu terror psicológico na responsável pela vítima a fim de que esta mudasse sua decisão a respeito do aborto legal".

Ainda de acordo com as investigações, no dia seguinte, ao saber que o procedimento seria realizado em outro estado, Pedro divulgou o nome da criança em suas redes sociais e escreveu as seguintes frases: "Todos a favor da vida me ajudem a levantar a # acima!" e "não se paga um mal cometendo outro maior ainda".

Pedro Teodoro faz post nas redes sociais contra o aborto
Pedro Teodoro faz post nas redes sociais contra o aborto. Crédito: Instagram

A família da criança registrou Boletim de Ocorrência (BO) na Delegacia de São Mateus e informou que Pedro invadiu a casa pelo quintal, chamou pela avó e disse que, se algo ocorresse com a garota, seria a avó a culpada. Ainda de acordo com o BO, que A Gazeta teve acesso, Pedro Teodoro só saiu da residência depois de ser empurrado para fora. Quem registrou a ocorrência diz que Pedro colocou "terror psicológico" sobre a avó. De acordo com o promotor, Pedro admitiu, em depoimento à polícia, que realizou as pressões.

O promotor entendeu que "tal conduta está incluída dentro de uma estratégia midiática de viés político-sensacionalista iniciada pela que se porta como líder do grupo fundamentalista, a radical Sara Giromini, e seguida pelo demandado". O promotor pede que a Justiça condene Pedro a pagar R$ 300 mil a título de dano moral.

A reportagem entrou em contato com Pedro Teodoro. Ele atendeu a ligação e quando nos identificamos, interrompeu e disparou a falar: "Minha fortaleza é que sou temente a Deus. Levar a palavra de Deus, o amparo, parece que se torna algo criminoso. O bem está sendo confundido com o mal. No momento certo eu vou me pronunciar". Ao ser questionado sobre o que foi fazer na casa da família da criança, Pedro desligou o telefone e não atendeu novamente as ligações.

A defesa de Sara Giromini informou que ela está sendo censurada e perseguida injustamente.

Nesta quinta-feira (20), a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos Damares Alves pediu ao ministro da Justiça André Mendonça o encaminhamento do caso à Polícia Federal, além da articulação com a Polícia Judiciária do Estado do Espírito Santo para o possível indiciamento dos responsáveis pelos vazamentos.

A Gazeta integra o

Saiba mais
São Mateus Abuso em São Mateus crime estupro estupro de vulnerável são mateus ES Norte

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.