ASSINE

Moradores criticam poucas vagas para vacinação de rotina em posto da Serra

Relatos são de que apenas 30 senhas são distribuídas por semana para aplicação de vacinas do Calendário Nacional de Imunização na unidade de saúde de Nova Almeida; estrutura também é alvo de críticas

Publicado em 22/07/2021 às 19h59
Atualizado em 23/07/2021 às 15h19
Pessoas aguardam atendimento na UBS de Nova Almeida do lado de fora
Pessoas aguardam atendimento na UBS de Nova Almeida do lado de fora. Crédito: Cristiane Pessimilio Vieira

Para manter a caderneta de vacinação em dia, tem gente que está tendo que disputar uma verdadeira corrida até a Unidade Básica de Saúde (UBS) de Nova Almeida, na Serra. Segundo moradores da região, são distribuídas apenas 15 senhas no posto de saúde, e somente em dois dias da semana, por ordem de chegada – e chegar cedo não é garantia da imunização contra febre amarela, caxumba, rubéola e sarampo.

Técnica em radiologia, Cristiane Pessimilio Vieira tem um filho de um ano e, na primeira tentativa de proteger o pequeno, voltou para a casa sem atendimento. "Você não consegue falar nos telefones, então fui até lá de manhã, mas quando cheguei fui informada de que não era dia de vacina e perdi a viagem", contou.

Cristiane Pessimilio Vireira

Técnica em radiologia

"Na terça-feira (13), eu cheguei às 6h20 na unidade e fui a 16ª pessoa. Ou seja, eu não conseguiria ser atendida. São 15 senhas de vacinação para uma população grande. Atrás de mim, tinha mais de dez pessoas"

Sem poder ficar nessas idas e vindas, ela entrou no posto e disse que só sairia quando o filho fosse vacinado com a tríplice viral (que protege de sarampo, caxumba e rubéola) e os dois reforços. "Eu só consegui por isso. Disseram para mim que teve desistência, mas eu vi todos serem atendidos", revelou.

Segundo ela, as vacinas são ofertadas somente até às 11h das terças e quintas-feiras. "Antes não era assim. Acho que a gestão do posto precisa olhar com mais atenção e rever esse atendimento. Ninguém sai de casa e enfrenta fila sem estar precisando ou sem querer colocar a caderneta do filho em dia", argumenta.

Quem relata dificuldades parecidas é Maria das Graças Lima Brito, líder comunitária do bairro Reis Magos, que também é atendido pela UBS de Nova Almeida. Ela está tentando fazer com que um conhecido receba o imunizante contra a Influenza (gripe) para conseguir ser liberado para uma cirurgia no ouvido.

"Esse meu chegado é surdo e mudo e precisa tomar a vacina da gripe. Quando eu vou lá, os funcionários dizem que o agendamento tem que ser pelo site, que não tem outro jeito, só que pela internet, eu não consigo. A sensação é que a gente fica à mercê. Parece que eles não querem ajudar a comunidade", desabafa.

Maria das Graças Lima Brito

Líder comunitária do bairro Reis Magos

"Eu tive que chegar às 5 horas e ficar na fila para uma senhora, porque ela estava com as vacinas de rotina da criança super atrasadas. A mãe tentou muitas vezes, mas não conseguia"

De acordo com Maria das Graças, o período reduzido de vacinação começou neste ano. "Antigamente era de segunda a sexta-feira. Agora, as chefes da unidade colocaram esse horário. Não sei o que elas fazem no resto do tempo", aponta ela, que disse já ter tentado resolver a situação junto ao município.

Além do problema da vacinação, houve relatos de falta de médico especializado para fazer o pré-natal e críticas ao atendimento prestado pelos servidores na unidade. A estrutura da UBS de Nova Almeida também foi criticada, com reclamações de que o espaço seria pequeno para atender o tamanho da demanda atual.

O QUE DIZ O MUNICÍPIO

Secretaria de Saúde da Serra explicou que a disponibilização das vacinas tríplice viral e da febre amarela é feita em apenas dois dias da semana devido a uma "otimização das doses" e para que "não haja desperdício". Ainda assim, garantiu que "vai investigar o fluxo de atendimento para buscar melhorias".

O município também afirmou que "a unidade tem profissionais, entre médicos e enfermeiros, que fazem o acompanhamento com as grávidas (pré-natal)" e que a UBS de Nova Almeida está entre aquelas que serão revitalizadas nos próximos meses, como a de Laranjeiras Velha e Feu Rosa.

Atualização

23 de Julho de 2021 às 15:18

A Prefeitura da Serra especificou quais vacinas são disponibilizadas em apenas dois dias da semana. O texto foi atualizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.