ASSINE

Moradores bloqueiam rodovia em protesto por mais segurança em bairro de Vitória

Manifestação aconteceu na Rodovia Serafim Derenzi,  no sentido Santo Antônio. Via ficou interrompida e o trânsito no local funcionou em pare e siga; moradores de Nova Palestina manifestavam por uma base da PM

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 13/09/2021 às 08h07
Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória
Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória. Crédito: Kaique Dias

Moradores do bairro Nova Palestina, que fica na região da Grande São Pedro, em Vitória, fizeram um protesto na Rodovia Serafim Derenzi, na manhã desta segunda-feira (13). Os manifestantes cobraram a instalação de uma base da Polícia Militar no bairro.  Eles começaram o ato ocupando uma das faixas da rodovia no sentido Santo Antônio. Por volta das 7h40, a rodovia foi totalmente interditada no trecho. Às 8h28 a manifestação acabou e a rodovia foi liberada.

A principal queixa do grupo foi em relação à segurança no bairro. A região da Grande São Pedro tem sido alvo de constantes confrontos em decorrência do tráfico de drogas. No último dia 28, inclusive, criminosos armados promoveram um ataque no em Nova Palestina, deixando duas pessoas mortas. Moradores do bairro informaram à TV Gazeta, na ocasião, que cerca de 30 criminosos estavam divididos em dois grupos: parte chegou pela maré e o restante desceu pelo Morro da Conquista. Todos usavam roupas pretas. Os ataques ocorreram por volta das 3 horas da madrugada.

Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória

Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória
Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória. Kaique Dias
Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória
Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória. Kaique Dias
Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória
Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória. Kaique Dias
Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória
Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória
Moradores protestam por mais segurança no bairro Nova Palestina, em Vitória

No protesto desta segunda-feira, os manifestantes carregavam faixas pedindo segurança no bairro e a instalação de uma base da Polícia Militar que, segundo eles, foi uma promessa em campanhas políticas nos últimos anos. Uma das moradora do bairro e que estava no protesto, afirmou que a violência em Nova Palestina tem atrapalhado até a ida das crianças para as escolas.

"Estamos precisando de uma base militar. Vários vereadores prometeram e, até hoje, não cumpriram. Está tendo muito tiroteio, as crianças já não vão mais para a escola. Precisamos de uma base, precisamos de paz em Nova Palestina, de paz na Grande São Pedro", disse.

Outro pedido dos manifestantes era a presença do secretário de Estado da Segurança Pública, Alexandre Ramalho, e do prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, no bairro. Uma viatura da PM e uma da Guarda Municipal foram ao local para acompanhar o protesto.

O QUE DIZ A SESP

Em nota, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) informou que as forças policiais fazem operações de saturamento a pé no bairro, com o objetivo de tentar inibir os conflitos causados pelo tráfico de drogas O foco dos policiais, segundo a Sesp, são os bairros de Conquista e Nova Palestina, mas outros bairros de Vitória como Andorinhas, Itararé e Resistência também são alvo das operações.

A pasta alegou ainda que um representante da Sesp foi até Nova Palestina e se reuniu com líderes comunitários para traçar estratégias para o aumento da segurança no bairro. "A Sesp está à disposição dos moradores para debater ações, mas destaca que o problema deve ter participação ampla de toda a sociedade, incluindo poder judiciário e municipal. Além disso, a participação dos próprios moradores, via Disque-Denúncia 181, é fundamental para o auxílio ao trabalho policial, no sentido de identificar e localizar esses criminosos", diz a nota.

O QUE DIZ A PREFEITURA DE VITÓRIA

A Secretaria Municipal de Segurança Urbana (Semsu) informou, também por nota, que agentes da Guarda Municipal de Vitória fazem patrulhamento preventivo na região com agentes de Proteção Comunitária e também da Ronda Ostensiva Municipal (Romu). 

A pasta explicou ainda que também é feito patrulhamento scolar, protegendo servidores e alunos nas entradas e saídas das aulas na Escola Municipal de Ensino Fundamental Neusa Nunes Gonçalves, que fica em Nova Palestina. "O Núcleo de Inteligência tem apurado informações com imagens e relatos sobre as ocorrências recentes, com apoio dos agentes da Guarda. A população pode acionar a GCMV pelo telefone 190", afirma a nota.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.