ASSINE

Marinheiros indianos isolados em hotel chegaram ao ES na terça-feira (25)

Nesta sexta-feira (28), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) interditou um hotel com quase 100 pessoas em Vitória, após um indiano ser  diagnosticado com a doença

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 29/05/2021 às 13h38
Pelo vidro era possível ver a movimentação no interior do hotel Nobile Suites Diamond e funcionários da Sesa no local
Funcionários da Secretaria de Estado da Saúde monitoram hotel que recebeu indianos, em Vitória. Crédito: Vitor Jubini

Dois indianos hospedados em um hotel em Vitória, que foi interditado após um deles testar positivo para Covid-19, estão no  Espírito Santo desde a última terça-feira (25). Um terceiro indiano desembarcou depois, na quinta-feira (27).  Segundo uma agência marítima que presta serviço de assessoria às empresas de navegação no Estado, o trio foi contratado para trabalhar em um navio que transporta minério de ferro.

De acordo com o diretor da agência, Roberto Garofalo, o homem de máquinas (mecânico) e o terceiro imediato chegaram de avião ao Estado na última terça-feira (25). Já o comandante, chegou por volta de 1h de quinta-feira (27).

Roberto detalhou que o indiano infectado com o novo coronavírus é o mecânico.  Na tarde de sexta-feira (28), o governo do Estado divulgou que o material coletado do estrangeiro que testou positivo foi encaminhado à Fiocruz, para sequenciamento genômico. Só assim, será possível saber se a infecção é pela variante indiana, considerada perigosa, por ser mais transmissível e agressiva.  

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) informou que o indiano apresenta sintomas da Covid-19. Já o diretor da agência marítima que acompanha a situação dos profissionais estrangeiros diz que, desde quando chegaram ao Estado, os marítimos estão assintomáticos. 

Roberto Garofalo

Diretor de agência marítima 

"O comandante chegou na madrugada do dia 26 para 27. Os outros dois chegaram dia 25. São pessoas importantes no navio. Eles vieram especificamente para trabalhar em um navio. Mesmo se ninguém tivesse testado positivo, eles já estariam numa quarentena de 14 dias por uma questão de segurança sanitária"

ISOLAMENTO

O hotel onde comandante e marinheiros estão hospedados, localizado em Jardim Camburi, na Capital, foi notificado, segundo a assessoria da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), para seguir todos os protocolos para quarentena de viajantes. Conforme as orientações da Anvisa, os 57 hóspedes - incluindo cinco crianças - e 37 funcionários entraram em isolamento e foram testadas. As pessoas que tiverem diagnóstico positivo para Covid-19 permanecerão no hotel, em isolamento, por um período de 10 dias.

O subsecretário estadual de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin ressaltou que todas as pessoas que estão no hotel, até mesmo as crianças, serão submetidas a testes PCR. Ao longo de sexta-feira (28), foram realizadas coletas pelas equipes de saúde. Outros casos positivos que forem identificados serão encaminhados à Fiocruz, assim como o do indiano, para sequenciamento genômico.

"Em conjunto com o município, adotamos o protocolo sanitário. O hotel não pode receber mais clientes e os hóspedes que estão lá só saem com autorização das autoridades sanitárias", afirmou o subsecretário.

A administração do hotel Nobile Suites Diamond enviou um comunicado à imprensa na noite desta sexta-feira (28). Leia na íntegra:

Recentemente recebemos três hóspedes corporativos no NOBILE SUÍTES DIAMOND, na cidade de Vitória do Espírito Santo, que ao chegaram no Brasil através do Aeroporto Internacional de São Paulo estavam sendo rastreados pelo governo do estado.

O hotel foi contatado pelas autoridades e informado que um dos hóspedes testou positivo para a COVID-19, cujo exame foi encaminhado para FIOCRUZ no Rio de Janeiro, em caráter de urgência, para avaliar se testa positivo para a cepa indiana. O hotel imediatamente adotou as medidas do Protocolo de Higiene e Segurança da rede e, embora esteja aberto, resolveu em conjunto com as autoridades sanitárias suspender as vendas por 48 horas e analisar a evolução do quadro.

Nossa equipe está prestando todo o suporte aos órgãos regulamentadores, de tal forma a preservar a saúde e segurança dos nossos colaboradores e hóspedes. Todos no hotel estão sendo testados para posterior adoção das medidas protocolares, incluindo a liberação dos hóspedes in House e a recepção de novos hóspedes com reservas futuras.

A NOBILE HOTELS & RESORTS implantou em todos os hotéis da rede os Protocolos de Higiene e Segurança e possui certificação do Selo Turismo Responsável do Ministério do Turismo.

Pelo vidro era possível ver a movimentação no interior do hotel Nobile Suites Diamond, onde um hóspede oriundo da Índia testou positivo para a Covid-19
Pelo vidro era possível ver a movimentação no interior do hotel Nobile Suites Diamond, onde um hóspede oriundo da Índia testou positivo para a Covid-19. Crédito: Vitor Jubini

MONITORAMENTO DO ESTADO E PREFEITURA

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que as Vigilâncias Estadual e Municipal continuam monitorando o caso em que um hóspede indiano testou positivo para Covid-19. As amostras coletadas dos demais hóspedes e funcionários do hotel, para testagem de RT-PCR, estão em processamento no Laboratório Central de Saúde Pública do Espírito Santo (Lacen-ES).

"Aqueles que testarem negativo para Covid-19 terão amostras novamente coletadas, após um prazo de 48h, para confirmação final. As amostras que testarem positivo serão encaminhadas para Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para sequenciamento genômico. O quantitativo de positivos e negativos será informado ao final do processamento de todas as amostras. 

O QUE DIZ O SINDICATO DOS HOTÉIS

O presidente do Sindicato de Hotéis e Meios de Hospedagem do Estado do Espírito Santo (Sindihoteis), Atila Miranda, avalia que foi "radical" a determinação de fechamento do hotel onde os indianos foram hospedados em Vitória. Ele adiantou que as pessoas que tinham reservas poderão ser encaminhadas a outros locais com a garantia de pagamento do mesmo valor da hospedagem original.

"A gente entende que tem que seguir os protocolos, só acho que a necessidade do fechamento do hotel, é um pouco radical. O próprio hotel já entrou em contato para desinfecção total do hotel, que são  protocolos obedecidos, mais rigorosos que agora. Eles realmente suspenderam as operações para não causar constrangimento, nenhum problema com ninguém", explicou. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.