ASSINE

ES é notificado sobre caso suspeito da variante indiana da Covid-19

Alerta da Anvisa trata da circulação em território capixaba de um passageiro oriundo da Índia que viajou em um mesmo voo com uma pessoa positiva para Sars-Cov-2, na variante indiana

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 25/05/2021 às 18h43
À frente da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), está o secretário Nésio Fernandes
À frente da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) está o secretário Nésio Fernandes. Crédito: Divulgação | Secretaria de Saúde do Espírito Santo

O secretário da Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes, comunicou nesta terça-feira (25), em vídeo divulgado nas redes sociais, que o Governo do Estado recebeu notificação no último domingo (23) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de um caso suspeito da variante indiana da Covid-19. O alerta trata da circulação em território capixaba de um passageiro oriundo da Índia que viajou em um mesmo voo, em avião da Qatar Airways, com uma pessoa positiva para Sars-Cov-2, na nova variante.

De acordo com Nésio, já na manhã dessa segunda-feira (24) o passageiro foi localizado na casa dele, sintomático, e foi orientado a praticar isolamento. A equipe de Vigilância em Saúde Municipal realizou a coleta de RT-PCR nesse passageiro e o resultado foi não-detectável – ele já havia feito outros dois testes RT-PCR, um antes de embarcar para o Brasil e um depois de desembarcar.

"Ele teve a primeira amostra de RT-PCR coletada e já com resultado negativo sendo informado. Será feita uma sequência de três novos exames a cada 48h com este paciente, para poder descartar toda a janela de possível evolução do quadro sintomático dele", disse Nésio.

Em vídeo gravado, o secretário afirmou que o motorista que levou o passageiro até a casa dele já foi localizado, estando sob isolamento e monitoramento, também já tendo coletado o exame. A amostra foi encaminhada ao Laboratório Central de Saúde Pública do Espírito Santo (LACEN) para análise. Ambos repetirão os exames por três vezes, com intervalo de 48 horas.

"A Sesa alerta a população de que independente da incorporação da variante, o Estado e o país vivem sob ameaça de uma nova fase de aceleração da curva de casos, mesmo com a circulação das cepas originárias, que já aqui circulam. As medidas capazes de proteger e impedir a transmissão são as já conhecidas", orientou.

De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde, o órgão monitora o trabalho das vigilâncias municipais e acompanha as análises dos exames e laudos laboratoriais para rastreio de variante por meio de vigilância genômica, feita pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Nésio Fernandes também explicou que a incorporação da variante indiana no país incrementará a ameaça à capacidade do Estado de resistir ao avanço da pandemia. "Por isso o alerta para cumprir com disciplina as medidas de distanciamento, uso de máscaras e higiene das mãos. Diante de qualquer sintoma, deve-se procurar o sistema de saúde para fazer a testagem. Se apresentar positividade, deve-se investigar todos os contatos também", finalizou o comunicado.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Governo do ES Covid-19 nesio fernandes Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.