ASSINE

Variante indiana: o que sabemos sobre ela e como pode impactar a pandemia no ES

Descoberta em outubro do ano passado, cepa indiana batizada como B.1.617 é mais transmissível que o vírus original. Caso de contaminação já foi confirmado no Maranhão

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 25/05/2021 às 02h05

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.