ASSINE

Mapa de Risco: ES tem 56 cidades em risco alto e nenhuma em extremo

Novo mapa começa a valer na próxima segunda-feira (3) com 56 municípios capixabas no risco alto e 22 em risco moderado. Não há cidades em risco extremo ou risco baixo

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 30/04/2021 às 20h12
53º Mapa de risco do Espírito Santo. Crédito: Divulgação/Governo do Estado
53º Mapa de risco do Espírito Santo. Crédito: Divulgação/Governo do Estado

O 53º mapa de risco do Espírito Santo, com vigência a partir da próxima segunda-feira (3) até domingo (9), conta com 56 municípios classificados em risco alto e 22 em risco moderado. Diferente do documento vigente nesta semana, o novo mapa não trará nenhuma cidade em risco extremo, e em risco baixo.

Região Metropolitana - VitóriaSerraCariacicaVila VelhaVianaFundão e Guarapari - continua classificada em risco alto. A divulgação do novo mapa de risco foi feita pelo governador Renato Casagrande, em pronunciamento na noite desta sexta-feira (30).

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias.

Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. O mapeamento de risco teve início em abril do ano passado.

Renato Casagrande

Governador do ES

"Se não tomarmos cuidado, podemos de novo crescer na pandemia. Enquanto não tem vacina, precisamos tomar cuidados redobrados, senão podemos ter uma nova onda. Taxa de ocupação de leitos de UTI está em 85,5% "

VEJA COMO FICA A CLASSIFICAÇÃO DE CADA MUNICÍPIO

RISCO ALTO: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alegre, Alfredo Chaves, Anchieta, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Irupi, Itapemirim, Iúna, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mimoso do Sul, Montanha, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Sooretama, Vargem Alta, Viana, Vila Velha e Vitória.

RISCO MODERADO: Alto Rio Novo, Baixo Guandu, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Governador Lindenberg, Iconha, Itaguaçu, Itarana, Jaguaré, Laranja da Terra, Marilândia, Mucurici, Ponto Belo, Rio Bananal, Santa Leopoldina, São Domingos do Norte, Venda Nova do Imigrante, Vila Pavão e Vila Valério.

FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO

Levando em consideração o Dia das Mães (9 de maio), o comércio de todo o Estado poderá funcionar de segunda-feira a sábado, inclusive os shoppings. Em dias úteis, de 10h às 20h, e nos sábados, das 8h às 18h. 

"Dia das Mães é importante para todos nós, pela questão sentimental e cultura que se estabeleceu das famílias se encontrarem para comemorar. Também temos atividade de comércio muito intenso na semana que antecede o Dia das Mães. Devido a isso, mudaremos excepcionalmente o horário de funcionamento de comércio, tanto de rua, quanto shopping", informou o governador.

 Filas gigantes nos bancos de Campo Grande, marcaram a quarta-feira de comércio aberto na Grande Vitória
Comércio de Campo Grande, em Cariacica. Crédito: Fernando Madeira

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.