ASSINE

Hospital referência no Sul do ES está com toda a enfermaria ocupada

No setor de UTI da Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim há apenas três vagas

Publicado em 02/05/2020 às 11h23
Atualizado em 02/05/2020 às 11h24
Pronto Socorro da Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim
Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim: vagas na enfermaria já estão lotadas e na UTI restam apenas três leitos disponíveis. Crédito: Reprodução/TV Gazeta Sul

Todas as 15 vagas na enfermaria da Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim estão atualmente ocupadas. No setor de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) restam apenas três dos 14 leitos. O hospital é referência no Sul do Espírito Santo para o tratamento do novo coronavírus e, devido à situação preocupante, precisou restringir os atendimentos e manter as portas fechadas, exceto nos casos de urgência ou emergência.

O diretor técnico da unidade, Thiago Fernandes Nora, explica que a medida foi adotada por conta do crescente número de casos na Região Sul do Estado. “Na última semana a gente viu um aumento bastante importante de casos chegando ao nosso hospital. Ainda estávamos cheios por conta de outras doenças, então resolvemos fechar a porta e ficar exclusivamente atendendo aos traumas e pacientes com a Covid-19”, explicou.

A decisão de restringir o atendimento foi tomada em conjunto com a prefeitura de Cachoeiro. A partir de agora, os pacientes que precisarem de atendimento ambulatorial ou de baixa complexidade devem procurar as unidades básicas de saúde do município. Durante os fins de semana, feriados e à noite, quando os postos estão fechados, a orientação é que as pessoas procurem diretamente o Pronto Atendimento Paulo Pereira Gomes, no bairro Baiminas.

Segundo a secretária de saúde de Cachoeiro, Luciara Botelho, essa orientação também serve para as pessoas que apresentarem sintomas da Covid-19. Nas unidades básicas será feita a triagem para saber se há ou não necessidade de internação na Santa Casa.

“A porta de entrada para o atendimento na Santa Casa é através dos pronto atendimentos. Todas as vagas da Santa Casa são reguladas pelo Estado. Então, o primeiro atendimento é unidade básica de saúde, em segundo são os pronto atendimentos e o terceiro, o nível hospitalar. Temos 32 unidades e dois PA’s e Cachoeiro não vai ficar desassistida”, afirmou a secretária.

A reportagem acionou a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Ao contrário do que foi afirmado pela direção da unidade, o Estado informa que o hospital possui 12 leitos de UTI ocupados, de um total de 27 vagas. Já na enfermaria, seriam 32 vagas e 21 estão ocupadas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.