ASSINE

Helicópteros vão reforçar buscas por homem que desapareceu no Rio Doce

Elnatan Queiroz Feitosa, de 35 anos, desapareceu na manhã do último sábado (19) ao pular na água para pegar uma bola, em Colatina

Colatina / Rede Gazeta
Publicado em 22/06/2021 às 19h51
Telespectador | TV Gazeta Noroeste
Trabalhos no Rio Doce em Colatina . Crédito: Telespectador | TV Gazeta Noroeste

Quatro dias depois do desaparecimento de Elnatan Queiroz Feitosa, de 35 anos, nas águas do Rio Doce em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, as buscas serão reforçadas na manhã desta quarta-feira (23). De acordo com o Corpo de Bombeiros, helicópteros do Núcleo de Operações Transporte Aéreo (Notaer) vão auxiliar no trabalho. 

Além disso, embarcações e caminhonetes dos Bombeiros seguirão sendo utilizados. As buscas pelo homem começaram no último sábado (19), dia do desaparecimento, e percorreram uma área de mais de 15 quilômetros do local da ocorrência. Equipes de mergulho de Vitória também trabalham na operação. Nesta terça-feira (22), as equipes foram até as proximidades do trevo do munícipio vizinho de Marilândia. 

Corpo de Bombeiros fez buscas por homem que pulou no Rio Doce para pegar bola
Corpo de Bombeiros fez buscas por homem que pulou no Rio Doce para pegar bola. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

O Capitão Douglas reforçou o pedido para que amigos e pescadores não se arrisquem para fazer buscas pelo homem na água.

"A ajuda de pescadores e amigos é importante, mas buscas superficiais, com o máximo cuidado. O Corpo de Bombeiros orienta e solicita encarecidamente para que não realizem mergulho livre em nenhuma hipótese. Essa prática em rios de baixa visibilidade e com forte correnteza, além da ínfima chance de sucesso, é potencial geradora de outro acidente”, afirmou.

O DESAPARECIMENTO

Elnatan Queiroz Feitosa estava jogando futebol com colegas em um campo que fica às margens do Rio Doce, no bairro Colatina Velha. A bola acabou caindo na água e o homem pulou no rio para buscá-la. A vítima entrou na água por volta das 6h30, do último sábado (19).

Um amigo dele chegou a entrar no rio para tentar ajudá-lo, mas não conseguiu. Ele quase foi levado pela correnteza também, mas ficou preso em um banco de areia e foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros. (Veja o momento do resgate)

"Havia um grupo de jovens jogando bola em um campinho de areia próximo ao rio e em determinado momento a bola caiu no rio. O rapaz pulou na água para tentar pegar a bola, foi arrastado pela correnteza e afundou. Um amigo dele pulou em seguida para tentar resgatá-lo mas também não conseguiu e foi resgatado pelos bombeiros", contou o sargento Rodrigues, da Polícia Militar, que esteve no local da ocorrência.

Pescadores chegaram a alertar Elnatan para que não entrasse naquele ponto do rio devido à correnteza. Mesmo assim, ele pulou na água e conseguiu pegar a bola, mas acabou se afogando.

No dia do desaparecimento, a cunhada de Elnatan, Kamilly Rocha, disse que ele sabia nadar e que a família está angustiada. Elnatan é casado e pai de dois adolescentes.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Bombeiros Colatina Rio Doce afogamento colatina Natação

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.