Estados começam a receber vacina contra a Covid na segunda (18), diz ministro

A distribuição, segundo Eduardo Pazuello, será feita pela FAB a "pontos focais" definidos por cada estado

Vitória
Publicado em 17/01/2021 às 16h36
Atualizado em 17/01/2021 às 16h36
O ministro da saúde, Eduardo Pazuello, durante declaração no Palácio do Planalto.
O ministro da saúde, Eduardo Pazuello, durante declaração no Palácio do Planalto. Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após a Anvisa liberar neste domingo (17) o uso emergencial das vacinas Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, e da AztraZeneca, desenvolvida pela Universidade de Oxford com a Fiocruz, o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, fez um pronunciamento revelando que o Governo Federal começa nesta segunda-fei (18), às 7h, a distribuição de vacinas contra a Covid-19 para todos os estados. A distribuição, segundo o ministro, será feita pela FAB a "pontos focais" definidos por cada estado.

"Está dado o primeiro passo para o início da maior campanha de vacinação do mundo contra o coronavírus", afirmou, referindo-se à aprovação da Coronavac e a do imunizante da Universidade de Oxford, pela Anvisa.

Ainda no pronunciamento, Pazuello adiantou que todas as vacinas produzidas pelo Instituto Butantan estão contratadas de forma integral e  exclusiva para o Ministério da Saúde e para o Plano Nacional de Imunização (PNI). "Todas, inclusive essa que foi aplicada agora pelo governador de São Paulo. Isso é uma questão jurídica. Não vou responder agora, porque a Justiça que tem que definir. Como foi feita a entrega sem ter feito a liquidação nos nossos depósitos, para depois fazer a distribuição para o estado", afirmou.

Pazuello afirmou ainda, de acordo com o portal G1, que as 6 milhões de doses do Butantan serão distribuídas proporcionalmente aos estados. "Qualquer movimento fora desta linha está em desacordo com a lei".

Espírito Santo SESA Covid-19 espírito santo Vacina

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.