ASSINE

Dia D da dose de reforço no ES: como vai ser vacinação neste sábado (20)

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), o Estado tem doses suficientes para vacinar tanto o público que está com o esquema vacinal incompleto quanto aqueles que já podem receber a dose de reforço; apenas Janssen não será ofertada ainda

Vitória
Publicado em 19/11/2021 às 14h17
Aplicação da dose de reforço da vacina contra Covid-19
Aplicação da dose de reforço da vacina contra Covid-19. Crédito: Elizabeth Nader / PMV

Com objetivo de aumentar o número de capixabas com o esquema vacinal completo contra a Covid-19 e reforçar a importância da dose de reforço em todas as pessoas acima de 18 anos, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) realiza neste sábado (20) a campanha “Mega Vacinação” nos 78 municípios do Espírito Santo.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo, destaca que o Espírito Santo tem vacinas suficientes tanto para atender quem está com o esquema vacinal incompleto quanto quem precisa da dose de reforço.

A coordenadora informou ainda que serão disponibilizados os imunizantes da Pfizer, AstraZeneca e Coronavac para segunda dose (D2) e a vacina da Pfizer para as doses de reforço.

A vacina Janssen não será ofertada neste sábado (20), uma vez que a Sesa ainda aguarda o envio de doses pelo Ministério da Saúde ao Estado, assim como normatizações técnicas sobre as mudanças do esquema deste imunizante no País.

Segundo dados da Plataforma Vacina e Confia, pouco mais de 399 mil pessoas encontram-se com esquema vacinal em atraso no Espírito Santo, isto é, ainda não retornaram aos serviços de saúde para receber a segunda dose (D2).

“É um momento muito importante para o Estado, de oportunizar as segundas doses e a de reforço, a fim de garantir uma cobertura vacinal ainda melhor. Ao total, temos 224.151 pessoas com mais de 60 anos aptas a tomar a terceira dose, além de 158.246 pessoas entre 18 a 59 anos, que também podem tomar a dose de reforço no mês de novembro. Podemos chegar a 80% de cobertura nas segundas doses e avançarmos também na ampliação da dose de reforço nos idosos, um dos indicadores que as microrregiões precisam alcançar a classificação azul na Matriz de Risco do Estado”, disse Danielle Grillo.

QUANDO POSSO TOMAR A TERCEIRA DOSE

A Secretaria de Saúde do Espírito Santo (Sesa) publicou nesta sexta-feira (19) as regras que vão servir para a aplicação do reforço vacinal em pessoas com mais de 18 anos. O mesmo documento reduz para três meses o tempo de intervalo entre a D2 e a D3 em pessoas com mais de 60 anos, que terão prioridade na aplicação.

A terceira dose já é aplicada desde setembro em pessoas com mais de 60 anos e naquelas que são imunossuprimidas, como pacientes com câncer. Porém uma decisão do Ministério da Saúde neste mês determinou que ela também fosse aplicada em todas as pessoas com mais de 18 anos, ou seja, todos os adultos devem tomar a dose de reforço.

  • Adultos de 18 a 59 anos: após 5 meses da aplicação da segunda dose (D2), independentemente da vacina que a pessoa tenha tomado.
  • Com 60 anos ou mais (idosos): após 3 meses da aplicação da segunda dose (D2), independentemente da vacina que a pessoa tenha tomado
  • Trabalhadores da Saúde: após 5 meses da aplicação da segunda dose (D2), independentemente da vacina que a pessoa tenha tomado.
  • Imunossuprimidos: após 28 dias da aplicação da segunda dose (D2), independentemente da vacina que a pessoa tenha tomado.

VACINAÇÃO DA JANSSEN

O Ministério da Saúde definiu também, na última terça-feira (16), a atualização quanto à vacinação com a Janssen: anteriormente de dose única, o órgão federal determinou a necessidade de ampliar o esquema para segunda dose. Além disso, estabeleceu a dose de reforço para aqueles que complementarão o esquema vacinal com o imunizante.

Segundo a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo, não há estoque de vacinas da Janssen no Estado atualmente. O programa aguarda o envio de novas doses do imunizante, assim como as normatizações técnicas sobre as mudanças do esquema deste imunizante no País.

Quem tomou apenas uma dose da vacina da Janssen terá que tomar a segunda dose pelo menos dois meses após a primeira, com a mesma vacina Janssen. Cinco meses depois da segunda dose, deverá tomar o a terceira dose de reforço, que seguirá a ordem de preferência das demais vacinas (Pfizer, preferencialmente, ou Janssen e AstraZeneca)

QUAL VACINA SERÁ USADA NA DOSE DE REFORÇO

A preferência é pela aplicação do imunizante de plataforma RNA mensageiro. No Brasil, a única disponível é a vacina da Pfizer. Alternativamente, podem ser aplicadas também as doses da Janssen ou da Astrazeneca.

Essa ordem de prioridade independe de qual vacina a pessoa tenha tomado nas duas primeiras doses. Resumindo:

  • Quem tomou 1ª e 2ª doses de Coronavac pode tomar 3ª dose de Pfizer, preferencialmente, ou Janssen e AstraZeneca; 
  • Quem tomou 1ª e 2ª doses de Pfizer pode tomar 3ª dose de Pfizer, preferencialmente, ou Janssen e AstraZeneca
  • Quem tomou 1ª e 2ª doses AstraZeneca pode tomar 3ª dose de Pfizer, preferencialmente, ou Janssen e AstraZeneca;

MEGA VACINAÇÃO

Com slogan "Proteção pela metade não é proteção", o Ministério da Saúde lançou a campanha “Mega Vacinação” com o intuito de garantir a máxima proteção e a manutenção da imunidade de milhões de brasileiros.

Em conjunto com Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), a iniciativa tem o objetivo de incentivar que brasileiros que não voltaram para completar o ciclo vacinal procurem os postos de vacinação para garantir a proteção máxima. Além de chamar atenção para a necessidade de reforçar a imunidade contra a doença para aqueles que já estão no momento de tomar a dose de reforço.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.