ASSINE

Covid-19: ES recebe mais doses e 4,8 mil professores serão vacinados na 1ª fase

Chegada simultânea de dois lotes fez governo rever estimativa para a primeira fase da vacinação de profissionais da Educação

Publicado em 24/04/2021 às 21h16
Professores do ES recebem a primeira dose da vacina contra a Covid-19
Professores do ES recebem a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em ato simbólico. Crédito: Hélio Filho | Secom ES

Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou, neste sábado (24), uma nova estimativa para o número de vacinas contra a Covid-19 que serão aplicadas em professores no Espírito Santo. Agora, serão divididas para os municípios 4.813 unidades do imunizante, o dobro do volume informado até quinta-feira (23). O aumento ocorreu porque houve o envio de dois lotes ao mesmo tempo pelo Ministério da Saúde.

De acordo com a Sesa, o primeiro lote destinado para a vacinação dos trabalhadores da educação estava atrasado. No entanto, o Ministério da Saúde conseguiu envia-lo junto com o segundo, resultando, então, em um montante de 4,8 mil doses a serem distribuídas (2,4 mil em cada lote).

O envio para os municípios começou a ser feito nesta sexta-feira (23) com base na lista nominal compilada pela Secretaria de Estado da Educação. 

 A aplicação da vacina começa já nesta segunda-feira (26). Na lista, há a data, o horário e o local de vacinação de cada professor.

CRITÉRIOS

A vacinação dos profissional da educação será feita seguindo um escalonamento por faixa etária, categoria de trabalhadores e classe, levando em conta a ordem de maior idade até a menor idade.

A imunização será iniciada por professores e auxiliares que atuam em sala de aula das creches com crianças de 0 a 3 anos de idade, Pré-Escola, Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio e Técnico com o seguinte ordenamento por faixa etária:

  • 50 a 59 anos
  • 40 a 49 anos
  • 30 a 39 anos
  • 18 a 29 anos

Posteriormente, os demais trabalhadores da educação também serão imunizados seguindo o mesmo ordenamento por faixa etária.

Professores e policiais começam a ser vacinados a partir de uma estratégia do governo do Estado, que decidiu usar a reserva técnica que é enviada pelo Ministério da Saúde para imunizar as duas categorias. Assim, o Espírito Santo contempla os dois grupos prioritários com um excedente, mas não afeta o planejamento de imunização de outros públicos que estão à frente, como idosos e pessoas com comorbidades. Na semana passada, um ato simbólico no Palácio Anchieta marcou o início da vacinação dos trabalhadores da educação.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Educação Espírito Santo Coronavírus Coronavírus no ES espírito santo Vacinas contra a Covid-19

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.