Coronavírus: como será a redução da iluminação pública em Vitória

Medida visa evitar a formação de grupos de pessoas para a prática de esportes; a alteração na iluminação deve acontecer a partir da próxima semana

Publicado em 07/05/2020 às 17h35
Data: 06/01/2020 - ES - Vitória - Praia de Camburi à noite - Foto: Carlos Alberto Silva
A partir de segunda-feira (11), a areia da Praia de camburi não será iluminada pelos refletores. Crédito: Carlos Alberto Silva

Em entrevista à Rádio CBN Vitória na tarde desta quinta-feira (7), o prefeito de VitóriaLuciano Rezende, detalhou a medida anunciada anteriormente de reduzir a iluminação pública em alguns locais da capital. Em meio ao avanço da pandemia de coronavírus em território capixaba, Luciano informou que ruas da capital não serão afetadas, sendo a maior preocupação lugares onde há prática esportiva, portanto, aglomerações.

"Vamos diminuir a iluminação dos refletores da areia da Praia de Camburi a partir de segunda-feira (11). Vamos observar a dinâmica no local, o que fará diferença em decisões futuras. A iluminação do calçadão será mantida por segurança. A discussão da redução de iluminação pública acontece onde há prática esportiva, a decisão não envolve ruas da cidade", disse o prefeito.

O prefeito ainda detalhou que quadras esportivas também terão redução na iluminação com objetivo de evitar aglomerações.

A medida foi anunciada após uma reunião com o governador Renato Casagrande, prefeitos e secretários municipais de Segurança da Grande Vitória.

Ainda segundo o prefeito, é preciso ter equilíbrio ao tomar decisões para conter o avanço da Covid-19.

"Temos que escalonar as decisões com equilíbrio, não podemos vender a ideia de tomar decisões sem um custo", comentou Luciano Rezende.

A prefeitura também recomenda que a população não faça uso das Academias Populares da Pessoa Idosa (APPIs), como a existente no calçadão da Praia de Camburi.

De acordo com os últimos registros gerenciados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), até a tarde desta quinta-feira (7), a capital do Espírito Santo registrava 781 casos confirmados da Covid-19. Ao todo no Estado são 157 mortes e 3.988 casos confirmados.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.